Usina de Letras
Usina de Letras
49 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60367 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3194)

Ensaios - (9716)

Erótico (13520)

Frases (48255)

Humor (19555)

Infantil (4830)

Infanto Juvenil (4180)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139367)

Redação (3119)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cartas-->Adeus Ano Velho!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! -- 14/12/2004 - 13:09 (ANGELA LARA) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Despedida do Ano de 2004... pq pra mim, ele já acabou!!!!!!!

Eu que vivi até agora
com cara de felicidade
de quem não sente dor
e nem nunca teve uma perda...
com jeito de quem não tem problemas,
sem deixar que ninguém saiba
o que se passa dentro de mim.
Eu que vivi até agora
sem ter de ir à médicos
e sem saber o que é enxaqueca...
Sequer tive sistite
que as mulheres sempre tem.
Perdoei todas as ausências,
dispensei trágicas cenas,
sai pela tangente
quando via que não tinha mais lugar...
Euzinha, com características de felicidade,
perfeita "Dama" sem cobrar vaidades,
absoluta na cama e na sociedade,
vim consquistando amigos,
fazendo de conta de que nada preciso.

Prometo que no ano que vem
vou mostrar minha cara com toda a verdade,
vou gritar meu sentimento, doa a quem for
e ser COMUM em momentos que guardei só pra mim.
Chega de sangrar só em poesia,
fazer de conta que nada sinto,
que nada quero,
que compreendo tudo,
que estou sempre por perto...
mas sempre sozinha,
vou deixando tudo pra depois.
Chega de aceitar a dor de graça,
de esgotar meu limite
e acumular traças,
tão difíceis depois
de me libertar...
Chega de me deixar enganar
por gente que nem sabe o que quer
e se deslumbra comigo,
pela minha poesia
ou pelo meu jeito
de querer ser feliz...
Chega de viver pela metade,
de querer correr riscos estranhos
e beber do meu próprio veneno,
sem nunca dizer
que estou por um triz...



MEU AGRADECIMENTO NESTE ANO DE 2004, À TODOS QUE FORAM
E SÃO IMPORTANTES NA MINHA VIDA...

Quero agradecer neste ano
à minha família, meus véinhos
que sempre me apoiam
em qualquer situação.
Que me dão o sentido exato da vida
quando me sinto perdida...
Ao meu Babá e Amigo
que suporta minhas faltas
em momentos que precisaria
estar presente, sem me cobrar.
Ao meu Padrinho "Dindomar"
que enche minha vida de alegria
e me faz ter esperança sempre,
com seu jeito de ser e encarar a vida,
além de me deixar bonita
com seus truques profissionais.
As crianças que invadem meu local de trabalho,
seja a hora que for...
só pra me dar um beijo
e com este carinho,
fazem o meu dia ter um sabor especial.
Aos meus amigos:
Guilherme, Tatiane, Madalena,
Paola e Jorge Humberto
pelas palavras amigas,
por sempre estarem comigo,
em qualquer momento
e também agradeço a outros amigos
que não vou citar o nome...
mas que sabem o quanto os estimo.
A minha afilhada Carolina
que adotei como filha
e que trilha caminhos,
tão parecidos com os meus...
Aos meus colegas e clientes
que me lembram de sorrir sempre
e assim, tornam meu trabalho
muito mais interessante e melhor.
Aos meus amigos Internautas:
SoniaR, Sonia Palone, Sonia Lencione,
Angela Poesia, Lisieux e muitos outros
que compartilham momentos bons e ruins
aqui pela telinha e são tão verdadeiros
e amigos... quanto os que estão por perto.
Aos amigos que me homenagearam em páginas
nos seus sites, com o maior carinho
e me deram grandes alegrias neste mundo da poesia.
Ao Paulo Palma que me cercou de amor
e ressurgiu em minha vida
no meu momento PIOR deste ano,
me cobrindo de versos, palavras bonitas
passeios gostosos e muita doçura...
enxugou minhas lágrimas de dor e abandono
e dividiu comigo, momentos que não vou esquecer.
Quem sabe em outra vida, seremos "nós dois"!
A ti, (cordeirinho) que encheu meu ano de alegrias,
de dúvidas, de incertezas, de carinho...
que me fêz repensar alguns conceitos
sendo o muso dos meus versos.
...mas apagou os lumes
enquanto eu ainda sonhava...
Obrigada por ter despertado em mim,
tantas emoções que
há muito tempo eu não sentia...
A mim mesma por ter aprendido
muito mais que em todos os outros anos,
a mudar tudo o que está errado em mim...



Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui