Usina de Letras
Usina de Letras
47 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62410 )

Cartas ( 21335)

Contos (13272)

Cordel (10452)

Cronicas (22546)

Discursos (3240)

Ensaios - (10450)

Erótico (13578)

Frases (50803)

Humor (20074)

Infantil (5487)

Infanto Juvenil (4811)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1377)

Poesias (140872)

Redação (3320)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1962)

Textos Religiosos/Sermões (6235)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Contos-->Humanidade canina -- 10/10/2020 - 10:07 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos



Embora ainda não envelhicida, a cadela Tiana, do Tininho, era fiel prestadora de serviços de primeira em sua chácara. Uma humanidade de animal. Lidava com a vigilância, o manejo da criação, e ainda achava tempo para gracejos, sempre à espera da aprovação do dono. Que lhe correspondia em admiração e afetos.

Mas veio um câncer na bichinha. Em progressão devastadora, que nem incêndio em pasto seco. Tininho sopesou as poucas soluções que se postavam à frente. Tudo cheirava a emergência. Hesitou, hesitou, mas se decidiu.

Num fim de tarde, ensolarada e abrasada, por sinal, levou a cadela para um lugar mais ermo e, duma distância de pouco mais de dois metros, disparou, de espingarda cartucheira. O petardo fez voar a orelha esquerda de Tiana que, atônita mais que  o dono, num ganido só, zoou serra acima.

Mortificado, Tininho só baixou a cabeça e voltou para o curral. Meia hora depois, chega todo o gado. Trazido por Tiana. Que ainda olhou para o dono com olhar de piedade.

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 9Exibido 384 vezesFale com o autor