Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
41 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59136 )

Cartas ( 21236)

Contos (13105)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46521)

Humor (19282)

Infantil (4461)

Infanto Juvenil (3729)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138240)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5525)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->24.12.2020 - Afiando o Machado -- 24/12/2020 - 18:44 (TARCISO COELHO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

https://www.magazinevoce.com.br/magazinegarimpotarciso/ Diário do Dia a Dia

Afiando o Machado

Um jovem lenhador desafiou o seu velho Mestre sobre quem teria mais domínio e habilidade no uso do machado. Tratava-se do corte de árvores plantadas, de pinus e eucalipto, que sugam gás carbono durante seu crescimento. Entre uma árvore e outra, do reflorestamento, o jovem olhava para o Mestre, a uma certa distância, mas na maior parte das vezes o via sentado. O jovem voltava às suas árvores, certo da vitória, sentindo piedade pelo velho Mestre. No final do dia viu-se que o velho Mestre tinha cortado muito mais árvores que o jovem. - Mas como é que pode? – surpreendeu-se. Quase todas as vezes em que olhei, você estava descansando! - Não, meu filho, eu não estava descansando. Eu estava afiando o machado. Foi por isso que você perdeu a competição. Comentários: O tempo que gastamos “afiando nosso machado”, ou seja, aprendendo e adequadamente nos preparando para os desafios da vida e, especialmente, do trabalho, nunca é inútil. Na vida inteira estamos fazendo alguma coisa e, quando queremos, aprendendo. O quê? Isso depende da escolha de cada um. Quantas coisas nós aprendemos? Isso depende do esforço de cada pessoa. Normalmente aprendemos muita coisa desde a infância até concluir a faculdade (vinte e poucos anos). Depois disso, muita gente já se dá por satisfeita com o seu conhecimento. Passa a ser um morto-vivo em termos de conhecimento, esquecendo-se que a formatura só constitui o começo das descobertas da vida. Quanto mais aprendemos, mais sabemos, mais fazemos e mais nos valorizamos. Sobretudo no mundo competitivo, nós valemos o quanto conhecemos. O aprendizado, por isso mesmo, é um processo que não tem fim. É um desafio para a vida toda. O tempo que gastamos com ele é sempre recompensado. A vida é fazer, aprender e desfrutar. Não podemos, então, nunca parar de “afiar nosso machado”!

Para ler mais artigos de Pausa para Reflexão, do Prof. Luiz Flavio Gomes, clique aqui: http://goo.gl/mDNVIn 

Luiz Flávio Gomes

Por Um Brasil Ético Criador do movimento de combate a corrupção, “Quero um Brasil Ético”. Professor, Jurista, Deputado Federal por São Paulo e Membro da CCJ. Foi Delegado, Promotor de Justiça e Juiz de Direito, exerceu também a advocacia. Fundou a Rede LFG, democratizando o ensino jurídico no Brasil. Diretor-presidente do Instituto de Mediação Luiz Flávio Gomes. Doutor em Direito Penal pela Faculdade de Direito da Universidade Complutense de Madri. Mestre em Direito Penal pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Publicou mais de 60 livros, sendo o seu mais recente “O Jogo Sujo da Corrupção”. Foi comentarista do Jornal da Cultura. Escreve para sites, jornais e revistas sobre temas da atualidade, especialmente sobre questões sociais e políticas, e seus desdobramentos jurídicos. https://professorlfg.jusbrasil.com.br/artigos/121932725/pausa-para-reflexao-18-afiando-o-machado -x-x-x-x-x-x- A diferença entre o sucesso e o fracasso é a de se fazerem as coisas quase exatamente como deveriam ser feitas... e exatamente (Edward Simmons). -x-x-x-x-x-x-  

https://youtu.be/LYGGj7ohhNE

https://www.magazinevoce.com.br/magazinegarimpotarciso/

Compre aqui que o Magazine Luíza vai deixar em casa.

Para lê-los ou relê-los na Usina de Letras: https://bit.ly/tarcisocoelho

Inscreva-se.

Tarciso Coelho, Crato (CE), 24.12.2020 https://www.magazinevoce.com.br/magazinegarimpotarciso/

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 6Exibido 23 vezesFale com o autor