Usina de Letras
Usina de Letras
50 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62137 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10331)

Erótico (13566)

Frases (50547)

Humor (20019)

Infantil (5415)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140778)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->O país do nunca visto antes -- 25/06/2009 - 10:17 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
O PAíS DO NUNCA VISTO ANTES.

Glacy Cassou Domingues

Grupo Guararapes

Fortaleza, 15/06/09

Desde a eleição de Lula, o país vem assistindo coisas NUNCA VISTAS ANTES. Uma das primeiras foi a eleição para presidente, de um semi analfabeto. Fosse para ser gari, catador de lixo, ou outras profissões que requerem apenas conhecimento rudimentar de leitura e escrita, podia-se até aceitar "cristanmente" como tudo bem.

Mas, para dirigir - em todo o sentido do verbo - um país do tamanho e diversidade de costumes, climas, dimensão de continente, possibilidades incalculáveis de riquezas naturais, muitas até então ainda apenas "no pode ser", JAMAIS o escolhido poderia ser Lula.

Como ser humano ele tem os "direitos próprios" de qualquer outro brasileiro. Mas, APENAS até aí. Até a sua eleição era costume confiar-se os destinos do país, a alguém RECONHECIDAMENTE APTO, embora não tivesse a confiança do PAíS INTEIRO. A desastrada experiência, muito bem amparada e enaltecida por parte de brasileiros mais interessados em propósitos escusos, está começando a ruir, a mostrar rupturas imensas que os responsáveis por elas, mas desde SEMPRE preocupados em apenas aproveitar a oportunidade que LULA, usado como apenas "boi de piranha" lhes proporcionou, está evidente, pois que NUNCA ANTES isso havia acontecido.

A erva daninha que brotou e vicejou com os dois mandatos de Lula, agora está tendo arrancadas as raízes, para tentar evitar a proliferação dos frutos venenosos que estão sendo distribuídos à nação, como se vitaminas fossem. O que vimos na semana passada, com as denúncias apresentadas no Plenário do Senado foi uma tentativa de limpeza de terreno, que tomara tenha sido a tempo.

As notícias já do domínio público, pipocaram como fogos juninos entre os forrozeiros do plenário do Senado. Alguém - até aqui não nominado - tornou públicas as práticas espúrias que há APENAS 14 ANOS, vinham sendo praticadas nos gabinetes, ou sei lá em que buracos invisíveis daquela egrégia Casa e sendo tornados lícitos, com a aquiescência de suas Excelências.

Apareceram três nomes como responsáveis. Embora um número inexpressivo, esses nomes tinham CHEFES. OU NÃO? Agaciel Maia, um "mandachuva" do Senado, exonerado porque não declarava nos seus bens, uma mansão que vale apenas R$ 5 milhões, e assim NÃO precisava pagar o imposto. E mais, a ele foram atribuídas assinaturas de ATOS SECRETOS para nomeações e despesas também ilícitas.

Tornou-se público também, que o ex Presidente daquela Casa, assinava - quanta ingenuidade! - sem saber, há mais de um ano "comissões especiais" para realização de serviços também especiais. Segundo declarações do mesmo, "ele não sabia do que se tratava, nem para que serviam". Quanta ingenuidade! Tem mais. O Procurador do TCU, Marinus Marsico, S_U_G_E_R_I_A que os "peraltas" que ele não nomeava, fossem responsáveis e devolvessem os recursos indevidamente recebidos. Quanta ÉTICA!

No dia 15 de junho de 2009, o atual Presidente da Casa usou seus direitos para mostrar sua INDIGNAÇÃO. Como ator, saiu-se muito bem. Como um homem com sua experiência em comando de TODO TIPO de POLíTICA, NÃO convenceu.

Como acreditar em alguém que NUNCA teve uma atitude ÉTICA sem segunda intenção, para garantir sua trajetória política? Quem conhece o político que inaugurou a presidência desta "demokrazia", que em 2002 não titubeou para "cristianizar" a candidatura da própria filha ao governo do Maranhão, no intuito de continuar no topo do poder, merece respeito e admiração de gente honesta? Só quem tem um insaciável apetite de PODER, que não arriscou tentar a candidatura da Presidência da Academia de Letras, pela garantida Presidência do Senado, tem "cancha" para aquela performance apoteótica. O que se viu, foi apenas a confirmação de que neste desgoverno, o que assistimos foi mais uma coisa NUNCA VISTA ANTES NESTE PAíS.


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui