Usina de Letras
Usina de Letras
242 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62152 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Títulos e honrarias concedidos a Pelé -- 23/09/2009 - 08:32 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
TíTULOS E HONRARIAS CONCEDIDOS A PELÉ.

ATLETA DO SÉCULO.
Anunciado pelo Comitê Olímpico Internacional, depois de votação entre os comitês olímpicos nacionais, em 1999. Detalhe: Pelé nunca participou de uma Olimpíada.

PROFISSIONAL QUE TRANSFORMOU O FUTEBOL.
Concedido pela revista Sports Illustrated, dos EUA, após consulta a jornalistas de diversos países (1999).

MAIOR FUTEBOLISTA DO SÉCULO.
Concedido pela UNICEF em Viena, na Áustria (1999).

ATLETA DO SÉCULO.
Concedido pela agência de notícias Reuters, da Inglaterra, após eleição com jornalistas de todo o mundo (1999).

TíTULO DE SIR-CAVALEIRO HONORÁRIO DO IMPÉRIO BRITÂNICO.
Concedido pela Rainha Elizabeth II (1997).

ATLETA DO SÉCULO.
Concedido pelo grupo DuPont, da França, após pesquisa mundial (1996).

DIA PELÉ.
Instituído oficialmente pela prefeitura de Santos, comemorado em 19 de novembro, dia do milésimo gol (1995).

MEDALHA DOS DIREITOS HUMANOS.
Concedida pela organização judaica B´nai B´rith por seu trabalho contra o preconceito racial (1995).

CRUZ DA ORDEM DA REPÚBLICA HÚNGARA.
Concedida pelo governo da Hungria, é a mais alta condecoração do país (1994).

EMBAIXADOR PARA A EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA.
Concedido pela Unesco em Paris (1994).

MEMBRO DO HALL DA FAMA.
Concedido pela cidade de Oneonta, Estado de Nova York, EUA (1993).

EMBAIXADOR DA BOA VONTADE.
Concedido pela Unesco (1993).

EMBAIXADOR DA ORGANIZAÇÃO PARA ECOLOGIA E Meio AMBIENTE.
Concedido pela ONU (1992).

RUA PELÉ.
Inaugurada em Montevidéu, no Uruguai, com a presença do presidente da República Luis Alberto Lacalle (1992).

ORDEM NACIONAL DO MÉRITO.
Concedida pelo governo brasileiro (1991).

PRAÇA PELÉ.
Inaugarada em Los Angeles, nos EUA (1984).

ORDEM DO MÉRITO DESPORTIVO SUL-AMERICANO.
Concedida pela Conmebol em seu aniversário de 75 anos, em Assunção, no Paraguai (1984).

ORDEM DA FIFA.
Concedida pela FIFA em seu aniversário de 80 anos (1984).

PRÊMIO AOS VALORES HUMANOS.
Concedido pela prefeitura de Nova York (1983).

ESTÁTUA NA íNDIA.
Inaugurada em Durgapur, Estado de Bengala (1983).

GRANDE MARECHAL DA HISPANIDADE.
Concedido pelas associações hispànicas de Nova York, com direito a desfile em carro aberto pelas ruas (1981).

ATLETA DO SÉCULO.
Concedido pelo jornal francês L´Equipe, depois de eleições junto a jornalistas de todo o mundo. O anúncio foi no final de 1980 e o prêmio entregue em Paris no ano seguinte (1981).

COMENDA DA ORDEM DOS CAMPEÕES.
Concedido pela Organização da Juventude Católica, em Nova York (1978).

GRÃ-CRUZ DO MÉRITO DESPORTIVO.
Concedido pelo governo brasileiro (1977).

DIPLOMA DE MÉRITO DE CIDADÃO DO MUNDO.
Concedido pela Unicef em solenidade na sede da ONU, em Nova York (1977).

CIDADÃO DE NOVA JERSEY.
Concedido pela prefeitura da cidade norte-americana. O prefeito oficializou o dia 1º de outubro como o Dia Pelé, para marcar a despedida do Rei do Futebol (1977).

CIDADÃO HONORíFICO DE LOS ANGELES.
Concedido pela prefeitura da cidade norte-americana (1977).

CIDADÃO DE BAURU.
Concedido pela Càmara de Vereadores da cidade (1975).

ESTÁDIO PELÉ.
Inaugurado em Teerã, capital iraniana. O Deyhim Esporte Clube, time local, muda de nome para Pelé Esporte Clube (1971).

ESTÁTUA REI PELÉ.
Inaugurada em Três Corações, cidade natal de Pelé, com a presença do Rei e dos embaixadores da Suécia, do Chile e do México (1971).

PRÊMIO DA ACADEMIA FRANCESA DE ESPORTES.
Concedido pela primeira vez a um atleta de esportes coletivos (1971).

MEDALHA VERMELHA DE PARIS.
Concedida pela prefeitura da capital francesa (1971).

BOLA DE PRATA.
Concedida pela revista Placar, que lhe entregou o primeiro troféu para depois considerá-lo hours-concours da promoção anual (1970).

BOLA DE OURO.
Concedida pela revista Placar, que lhe considera hours-concours da promoção anual (1983).

FILHO PREDILETO DA CIDADE DE GUADALAJARA.
Concedido pela prefeitura da cidade mexicana em (1970).

ESTÁDIO REI PELÉ.
Inaugurado em Maceió, Alagoas (1970).

COMENDADOR DA ORDEM DO RIO BRANCO.
Concedido pelo governo brasileiro após a marcação do milésimo gol (1969).

CAVALEIRO DA ORDEM DO RIO BRANCO.
Concedido pelo governo brasileiro (1967).

ESPADA DE HONRA DO FUTEBOL.
Concedida pelo Anuário do Futebol da Inglaterra. A espada foi confeccionada à mão pelos armeiros da Rainha. Foi o primeiro não-britànico a ser condecorado (1966).

CAVALEIRO DA LEGIÃO DE HONRA DA FRANÇA.
Concedido pelo governo francês (1963).


Obs.: O governo petista do DF, durante a gestão do governador Cristóvam Buarque (1994 a 1998), negou o título de cidadão honorário de Brasília a Pelé. Com certeza, Pelé agradece até hoje não ter sido agraciado com aquela honraria (F. Maier).



Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui