Usina de Letras
Usina de Letras
46 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59350 )

Cartas ( 21241)

Contos (13180)

Cordel (10306)

Crônicas (22226)

Discursos (3164)

Ensaios - (9475)

Erótico (13491)

Frases (46798)

Humor (19327)

Infantil (4501)

Infanto Juvenil (3796)

Letras de Música (5489)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138473)

Redação (3063)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2428)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5574)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Manuel e o vaso...conto luso -- 03/04/2021 - 03:31 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos



Atabalhoado já era de hábito o Manuel. Mas quando os intestinos ameaçaram estourar, foi como um raio sua corrida à sanita pública - que estava felizmente desocupada àquela  hora do meio da tarde, de um sol de rachar... E mal arriou as calças, do jeito mais liquefeito, obrou abundantemente...e o ruído, de longe ouvido, pouco o incomodava, a rigor e vigor, mais lhe compensava enquanto o aliviava...

E já completamente ah bem suado, ao virar-se de frente para a acolhedora sanita para acionar o otoclisma, deu-se conta que, na louca pressa, se lhe escapara, novinha, engomadinha uma cédula de cinquenta euros, que agora boiava sobre colossal massa fecal...

Soltou um sonoro pqp...enquanto jurava por todos os milagres de Fátima que jamais sujaria a mão por aquela porcaria...cinquenta euros...!

Até que, ato contínuo, vem-lhe a solução salvadora do vexame:
jogou uma nova nota de cinquenta euros na maldita sanita... e, exclamou, triunfante:

 - Báin, agora xim, porra, afinal por cem euros, aí já é out´a hixtória...
...dignidad´ axima d´tudo...!

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 24Exibido 68 vezesFale com o autor