Usina de Letras
Usina de Letras
69 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59789 )

Cartas ( 21259)

Contos (13362)

Cordel (10327)

Cronicas (22226)

Discursos (3173)

Ensaios - (9570)

Erótico (13486)

Frases (47424)

Humor (19436)

Infantil (4671)

Infanto Juvenil (3997)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138951)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5694)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->UMA HISTÓRIA DE AMOR -- 22/09/2001 - 23:16 (Adilson Marcel Pivanti) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
UMA HISTÓRIA DE AMOR



MAIS UMA VEZ ESTOU AQUI, SENTADO AO PÉ DA CAMA

CHORANDO A SUA FALTA, NOSSA MÚSICA PREFERIDA

TOCANDO NO RÁDIO DE CABECEIRA

SUA IMAGEM NÃO SAI DA MINHA MENTE

TUDO O QUE FICOU FOI A SAUDADE

AS LÁGRIMAS MARCAM O MEU ROSTO

CAMINHO DE UM LADO PARA O OUTRO

DESESPERADO NESSE QUARTO VAZIO

LÁ FORA AS RUAS DESERTAS

ABRO A JANELA E GRITO O SEU NOME

NA ESPERANÇA DE VOCÊ VOLTAR, JÁ É MADRUGADA

VOCÊ NÃO VOLTOU, NÃO CONSIGO DORMIR

ABRO O GUARDA ROUPA, PEGO O SEU PERFUME FAVORITO

EO APERTO JUNTO AO PEITO, DEITO NA CAMA E CHÓRO

CHÓRO LÁGRIMAS DE SAUDADES, SAUDADES DE VOCÊ

E CANSADO DE TANTO CHORAR

POR UM INSTANTE ADORMEÇO

SONHO COM VOCÊ, SEU DOCE BEIJO

E DIZENDO EM MEU OUVIDO

QUE JAMAIS VAMOS NOS SEPARAR

IMEDIATAMENTE EU DESPERTO

OLHO EM TODOS OS LADOS, NADA

AO SENTIR A FRAGRÂNCIA DO PERFUME DELA

EU NÃO RESISTO, CORRO APAVORADO PELA CASA

TRÊMULO APANHO O TELEFONE, E LIGO PARA ELA

AO ATENDER OUÇO AQUELA VOZ DOCE

A PRIMEIRA COISA QUE CONSIGO DIZER

É EU TE AMO, VOLTA PARA MIM

SAUDADE ME MACHUCA, NÃO SEI VIVER SEM VOCÊ

AO OUVIR ELA DIZER QUE QUERIA VOLTAR

QUE SENTIA MINHA FALTA

AS LÁGRIMAS VOLTARAM A CAIR

DESTA VEZ DE ALEGRIA

CORRO ATÉ A GARAGEM

SAIO COM MEU CARRO ALUCINADO, NA ANSIEDADE DE VÊ-LA

AO CHEGAR A CASA DELA

SAIO CORENDO DO CARRO, AO VÊ-LA NA PORTA

MEUS OLHOS LACRIMEJAM

CORRO ATÉ ELA, A TOMO UM MEUS BRAÇOS

E NOVAMENTE BEIJO SEUS LÁBIOS

CAMINHO ATÉ O QUARTO

SINTO OS PRIMEIROS RAIOS DE SOL

ENTRAR PELA SUA JANELA, MARCANDO O RECOMEÇO

DO MAIS LINDO AMOR, QUE PODE EXISTIR

AGORA NÃO VIVO SOZINHO

TENHO O MEU AMOR JUNTO DE MIM

MELODIAS DE AMOR NO RÁDIO

LEMBRANÇAS LINDAS EM MEU PENSAMENTO

LÁGRIMAS DE SAUDADES

VIROU SORRISO DE ALEGRIA, COM VOCÊ MEU AMOR

QUERO VIVER PARA SEMPRE

ESSA LINDA HISTÓRIA DE AMOR

QUE QUASE ACABOU UM DIA



Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui