Usina de Letras
Usina de Letras
38 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62134 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10329)

Erótico (13566)

Frases (50541)

Humor (20019)

Infantil (5414)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140776)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Um boi até para vegetarianos, por Hamilton Bonat -- 20/05/2010 - 13:42 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Um boi até para vegetarianos

Hamilton Bonat (*)

www.bonat.com.br

Fonte: http://www.bonat.com.br/2010/05/20/um-boi-ate-para-vegetarianos/

Ele é de 1873. Tem, portanto, cerca de 137 anos. Poderia ter morrido, mas continua vivinho da silva. Aposentadoria, nem pensar! Concordou, no máximo, em ser tombado pelo património histórico. Embora tenha pinta de museu, continua em plena atividade. Sua longevidade pode ser comprovada na grafia do nome: theatro, com "th" mesmo. Para podermos avaliar sua importància, basta lembrar que nos primeiros anos de sua existência nem cinema havia. Era para ele que os lapeanos acorriam quando desejavam se divertir. Até o Imperador Pedro II chegou a visitá-lo, acomodando-se num dos seus pequenos camarotes.

É provável que Francisco Therézio Porto Neto, que além de engenheiro civil foi poeta e prosador, ao projetá-lo com tanto charme, quisesse que ele se perpetuasse como centro de cultura, tradição, história e arte. Se esse era o seu sonho, conseguiu realizá-lo. Na época, a Lapa contava com cerca de 2.000 habitantes. Daí o porquê de o Theatro São João ter capacidade para umas duzentas pessoas. Pequeno no tamanho, revelou-se grande na medida em que proporcionou, como ainda proporciona, que artistas, famosos ou não, sintam orgulho e prazer de apresentar em seu palco.

O pessoal da "Tribuna Regional" e da Secretaria Municipal da Cultura não poderia ter escolhido lugar mais adequado para o lançamento do meu livro de crónicas. Além do mais, presentearam-me, a mim e aos amigos que foram me prestigiar, com a encenação do "Boi da Lapa", um número de cordel que emocionou a todos os presentes. Se a Nádia, atual diretora do São João, não nos tivesse alertado que os artistas eram todos amadores, poderíamos pensar ser coisa de profissionais. Pessoas da terra, simples, anónimas e de uma dedicação imensa, nos brindaram com sua arte e revelaram que o sonho de Francisco Therézio - também com "th" - continua vivo.

Há um aspecto que não pode deixar de ser lembrado. Como quase todas as edificações existentes na Lapa em 1894, ele não escapou de dar sua contribuição à valente resistência às tropas de Gumercindo Saraiva. Durante o Cerco, transformado em enfermaria, cumpriu a humanitária missão de salvar vidas.

Cabe-me, por justiça, transmitir um sentimento de enorme gratidão aos amigos lapeanos que me propiciaram uma noite particularmente especial e, ao mesmo tempo, recomendar àqueles que ainda não o fizeram, que, na primeira oportunidade, assistam o "Boi da Lapa". Trata-se de um boi que até mesmo o vegetariano mais radical vai gostar.

Por fim, não há como evitar uma derradeira observação de um velho oficial de artilharia que, de tanto ouvir o ribombar dos canhões, está quase surdo: a acústica é perfeita.


(*) Hamilton Bonat nasceu em Curitiba, de onde saiu aos quatorze anos de idade para seguir a carreira militar. Do início de 1965 ao final de 1971, estudou interno em escolas militares, primeiro em Campinas (SP) e depois em Resende (RJ). Em 2001 foi promovido a General-de-Brigada, posto no qual passou para a reserva.

Serviu em Curitiba (PR), Praia Grande (SP), Rio de Janeiro (RJ), Caxias do Sul (RS), Lapa (PR), Brasília (DF), Guarujá (SP), Nîmes (Fr) e Washington-DC (USA).

Foi assistente do Chefe do Estado-Maior do Exército, assistente especial do Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, instrutor da Escola de Artilharia de Costa e Antiaérea, assessor parlamentar junto à Assembléia Legislativa do Paraná e chefiou a seção de comunicação social da 5ª Região Militar. Como Coronel, comandou o 3º Grupo de Artilharia Antiaérea (Caxias do Sul). Como General, comandou a Brigada de Artilharia Antiaérea (Guarujá), foi Diretor de Especialização e Extensão (Rio de Janeiro) e Adido Militar nos Estados Unidos da América e no Canadá.

Além dos cursos militares normais, que lhe asseguraram o título de Doutor em Ciências Militares, frequentou cursos e estágios de comunicação social, da tecnologia da informação, da ADESG e, na França, o curso de capitães de artilharia antiaérea. Participou de visitas oficiais à França, Espanha, Israel, Rússia, Argentina, Estados Unidos e Canadá.

Das condecorações e títulos que recebeu, destacam-se a Ordem do Mérito Militar, Aeronáutico e das Forças Armadas, a medalha do Monumento Nacional ao Imigrante (Prefeitura de Caxias do Sul), Cidadão Honorário de Guarujá e Vulto Emérito de Curitiba.

Atualmente é articulista de vários jornais, tendo mais de cem textos publicados

Fonte: http://www.bonat.com.br/o-autor/


Este artigo foi publicado em Thursday, 20/05/2010 e está arquivado dentro de Literatura, Turismo, Uncategorized. Você pode passar para o fim e deixar um comentário.
Uma Resposta para "Um boi até para vegetarianos"
waldicir rosa da silva Diz:

20/05/2010 às 12:55
Meu caro Gen Bonat, muito bom dia!

Parabéns pela linda homenagem. Não sou vegetariano e não conheço o Boi da Lapa. O amigo me fez sentir saudades do que não conheci, mesmo sendo da terra lembrada numa crónica tão rica de memórias. Pois é, lamento ter que dizer que sou lapiano e nunca vi nem o Theatro São João nem o Boi da Lapa. Não sei o que pensarão os meus conterràneos a respeito, mas agora eu sei o que eu preciso fazer: ir lá pra ver.

Um abraço forte,

Cel Waldicir


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui