Usina de Letras
Usina de Letras
191 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62152 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50554)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140785)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6176)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Pai eterno -- 04/10/2010 - 10:53 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Pai Eterno

Hamilton Bonat

Não se preocupe. Aleluias, tampouco. Mesmo crendo na existência do Pai Eterno, não tratarei de religião. Quanto mais os anos passam, leitores compulsivos tendem a duvidar dos intermediários da fé. É o meu caso. Por isso, estabeleci um contato direto com Ele. Veja o e-mail que Lhe enviei.

"De: um filho eterno. Para: Pai Eterno. Pessoas que se intitulam Seus representantes aqui na Terra têm usado o seu Santo Nome para cometer atos que me deixaram perplexo. Dirijo-me ao Senhor, o Todo-Poderoso, para saber se são verdadeiras duas histórias que contaram. Primeira: foi o Senhor que, durante a Santa Inquisição, determinou que humanos fossem jogados na fogueira? Segunda: foi o Senhor quem mandou que fiéis assumissem o comando de aviões repletos de passageiros e se lançassem sobre as torres gêmeas? Aguardo a resposta, com fé inabalável em sua infinita bondade, orando para que ela seja negativa".

Ele ainda não se pronunciou. Certamente, por absoluta falta de tempo. É compreensível, tendo em vista que incontáveis filhos eternos como eu devem lotar Sua caixa de entrada.

A propósito de filhos eternos, num país de poucos leitores, é impossível deixar de comemorar a premiadíssima obra de Cristovão Tezza. Passear pelas páginas de seu romance autobiográfico nos leva a questionar sobre padrões de normalidade fortemente enraizados, que nos impedem de enxergar humanidade naqueles que não se encaixam em seus modelos. Isso nos tira do sério.

Algo mais nos tira do sério: constatar que o governo não tem dado aos "filhos eternos" a mesma atenção que dedica a outros filhos sem nenhuma necessidade especial. São os que sofrem de "autismo de conveniência", julgam-se merecedores das benesses governamentais, incapazes de sair da sombra do Estado, pai eterno para quem vive num confortável mundo à parte.

Temendo não ter sido entendido, citarei apenas um exemplo: os sindicalistas, cujas centrais, mesmo nadando em dinheiro, recebem o agrado de polpudos recursos oficiais. Por isso, decidi enviar outra mensagem ao (verdadeiro) Pai Eterno. Aí está.

"De: um filho eterno. Para: Pai Eterno. Tomo a liberdade de dirigir-me novamente ao Senhor, Todo-Poderoso. Quero fazer uma denúncia. Mais uma vez (o Senhor, claro, vai lembrar-se de Stalin, Hitler, Mussolini, Mao e outros tantos que hoje vivem com o Demo), humanos poderosos tentam substituí-Lo aqui na Terra. Com o dinheiro arrancado de seus semelhantes, dominam a quem a eles se submete. O Senhor sabe, claro que sabe, da desgraça que seres desse naipe já causaram. Agora mesmo, querem obrigar os habitantes de certa ilha, há cinquenta anos acostumados às sombras dos coqueiros, a trabalhar, a ter iniciativa empresarial. Claro que, se Deus (rsss, o Senhor) quiser, será possível. Mas vai demorar. Por aqui, na América do Sul, promete-se um coqueiro por cidadão. Na Venezuela já é realidade. O Brasil ainda resiste, graças à parte da imprensa que ainda não aceitou receber seu coqueiro. Estou confuso, inseguro. O que devo fazer? Concordar? Por quantos coqueiros? Com fé, aguardo a orientação de sua infinita bondade."

Caro leitor: você conhece uma praia com belos coqueiros? Onde?


Este artigo foi publicado em Sunday, 03/10/2010 e está arquivado dentro de Nacional, Política. Você pode passar para o fim e deixar um comentário.



Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui