Usina de Letras
Usina de Letras
40 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62137 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10331)

Erótico (13566)

Frases (50547)

Humor (20019)

Infantil (5415)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140778)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Mario Vargas Llosa vence Nobel de literatura -- 07/10/2010 - 12:30 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Mario Vargas Llosa

Notícia de Última Hora do `The New York Times´
TRADUÇÃO DE FRANCISCO VIANNA
Quinta feira, 07 de outubro de 2010 - 07h12min

O escritor peruano Mario Vargas Llosa ganhou o Prêmio Nobel de Literatura. A Academia Sueca disse que o prêmio faz justiça ao valor de sua obra e do seu legado, aos 74 anos de idade, e premia especialmente "o seu poder de cartografar as estruturas do poder e suas imagens entrincheiradas de resistência individual, revolta e derrota".
Em 1980 o autor começou a ter maiores atividades políticas no Peru. Em 1983, a pedido do próprio presidente Fernando B. Terry, presidiu a comissão que investiga a morte de oito jornalistas. Quatro anos depois, em 1987, iniciou o movimento político liberal contra a estatização da economia, o que ia de encontro ao presidente Alan Garcia. Em 1990, concorreu à presidência do Peru pela Frente Demócrata (FREDEMO), partido de centro-direita, mas perdeu a eleição para Alberto Fugimori.
Depos disso, voltou para Londres, onde vivia e morava já naquela época, e reiniciou suas atividades literárias. Em 2006, na sua mais recente visita à sua terra natal, Llosa apoiou a candidatura de Lourdes Flores, mas quem foi eleito, novamente, foi Alan Garcia. Suas experiências como escritor e candidato presidencial estão expostas na autobiografia entitulada "Peixe na Água", publicada em 1991.

Leia mais aqui (em inglês)

Saudações,




Francisco Vianna




Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui