Usina de Letras
Usina de Letras
66 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59663 )

Cartas ( 21255)

Contos (13325)

Cordel (10319)

Crônicas (22226)

Discursos (3170)

Ensaios - (9535)

Erótico (13486)

Frases (47209)

Humor (19420)

Infantil (4621)

Infanto Juvenil (3937)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138768)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5656)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->A Distância -- 07/10/2001 - 19:47 (aluísio rodrigues coelho) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
O Corpo boiando

Na superfície,

Nas ondas.

O mar puxa,

Tentando levá-lo

Para o infinito.



Bate os braços,

Lutanto pela volta,

Como os pássaros

Batem as asas

Para fugirem do inverno.



Sente por um momento:

Já está em terra.

Foi o primeiro vôo:

No irreal.



Volta a si

Abatido,

Não por um tiro

Ou pelo rebentar de uma onda,

Pelo impulso da vida real



Pára,

Olha para trás,

Sente que o largo caminho,

Fugindo do infinito,

Está quase todo percorrido.



À frente

O verde, o mar, as árvores.

Não pode mais voar.

Tem que seguir

Na superfície das ondas,

Na vida.

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui