Usina de Letras
Usina de Letras
246 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62152 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->País da contradição -- 09/07/2012 - 16:16 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

País da contradição

 

Valdecir dos Santos

Naviraí - MS ( por correio eletrônico )

 

Falta saúde, mas sobram hospitais precários por todos os lados.

Falta educação de qualidade, mas sobram alunos em salas repletas.

Falta honestidade, mas sobram homens corruptos

Falta paz, mas sobram guerra, ódio, violência.

 

Falta verdade, compromisso, mas sobra corrupção em todos os gêneros

Faltam empregos, mas sobram terra, mão de obra

Falta igualdade social, mas sobram pobreza, miséria, fome

Faltam recursos, mas sobra sonegação de impostos.

 

Este é o meu País, Brasil da contradição

Este é o meu Brasil, País da contramão

 

Que mais está faltando?

Vergonha, honra, ética em todos os gêneros

Em todas as profissões, por todos os lados,

Em todos os cantos, da vila, da cidade, do país.

 

Que mais está sobrando?

Egoísmo, ganância, egocentrismo,

Roubo, assalto aos cofres públicos,

A certeza da impunidade, a certeza da liberdade

A incerteza de um mundo melhor.

 

Que mais está faltando?

Amor ao próximo, ao irmão, ao necessitado,

Compaixão pelos pobres e menos favorecidos,

Reconhecimento do negro como ser humano,

Direito do índio como brasileiro,

Verdadeira distribuição de rendas

Que muitos produzem e poucos se beneficiam

 

Que mais está sobrando? Preconceito social, racial,

Desperdício de alimentos, de água

Desmatamento, descuido com o planeta, invasão de privacidade,

Terra de ninguém, casa da sogra, do sogro e de quem mais quiser...

Suecos comprando, suíços tentando comprar

A Amazônia, a nossa terra, o pulmão da Terra.

Crianças marginalizadas, sofridas...

Meninos carvoeirinhos, perambulando por aí

Meninas gestantes prematuramente,dizendo, e daí?

Jovens drogados, presas fáceis de ignóbeis traficantes.

 

Este é o meu País,

Brasil da contradição

Este é o meu Brasil,

País da contramão.

 

Multidão, multidão, sem rumo, sem direção

Favelinhas, favelas, favelões,

Crianças, jovens e adultos

Caminhando sem rumo a lugar nenhum.

 

No litoral do meu Brasil

Desfiles de iates, senhores feudais

Príncipes e princesas, reis e rainhas, patrícios e patricinhas, burgos e burgueses.

Enquanto isso, no CEASA e Feiras  da minha nação, brancos, negros, doentes, raquíticos, crianças, jovens, velhinhos, todos cidadãos

Procuram por restos de alimentos, sobra do que sobrou, resto do que restou...

em vão.

 

Este é o meu País,

Brasil da contradição

Este é o meu Brasil,

País da contramão.

 

Esta é a minha terra de verdadeiros heróis

Índios, valentes, guerreiros, dizimados aos milhões

Esta é a nossa terra de homens trabalhadores

Do Sul ao Nordeste, Leste a Oeste

O nobre brasileiro, que carrega este Brasil

Nos ombros, nos braços, nos altos impostos...

 

Este é o meu País que produz inteligência

Que exporta cientistas, professores e doutores

Que é auto suficiente em petróleo e coisas mil

Não pode continuar vivendo de ilusões

Não pode aceitar a tamanha incongruência

Nas intrínsecas entrelinhas deste Gigante País

Brasileiros pensantes,

Não hão de viver taciturnos inertes, temidos, tímidos, calados, presos de alma

Mortos de espírito olhando a Banda Podre passar.

 

No país da falta e da sobra, só faltam cumprir as leis que já sobram.

 

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui