Usina de Letras
Usina de Letras
254 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62152 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->O surgimento de uma nova espécie -- 09/04/2013 - 11:39 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

O SURGIMENTO DE UMA NOVA ESPÉCIE

Autoria desconhecida

Os indivíduos desta nova espécie são conhecidos como Homo sapiens
semi-erectus imprestabilis  - que alguns cientistas e antropólogos estão
também chamando de Homo stupidus - e surgiram por involução natural da
espécie Homo sapiens, sub-espécie Homo semisapiens erectus.

Alguns não os consideram mais como primatas, mas como secundatas, e outros
estudiosos, mais radicais, como ultimatas...

Passaram a assumir constante postura encurvada, fala incompreensível,
mastigação contínua de chicletes, audição constante de músicas de péssimo
gosto em volume semi-letal e ter movimentos espasmódicos de extremidades
superiores que, segundo recentes pesquisas científicas, acarretam o
surgimento de pernas mais curtas e um único e repugnante modo de caminhar,
sempre com as pernas abertas, e arrastando os pés. Comprovou-se que esta
marcha peculiar, também conhecida como "arrasta-forquilha", afeta seriamente
as funções cerebrais, se é que a nova espécie é ainda provida de alguma
delas.

Por isso, nunca espere desses indivíduos qualquer contato com os olhos ou
comunicação verbal inteligente. Além disso, a observação demonstra que a
maioria absoluta dos indivíduos desta nova espécie recebe cesta-básica,
vale-transporte, vale-refeição, bolsa-família, bolsa-escola,
salário-desemprego e toda espécie possível de ajuda do governo que, como
eles também involui aceleradamente em direção ao caos social.

Suas maiores características são o analfabetismo absoluto e o analfabetismo
funcional e acabaram de eleger um autêntico representante que desgovernou
essa bagunça nos dois últimos mandatos, consolidando a escoriocracia
cleptocrática no Brasil.

O pior de tudo, infelizmente, é que eles são muito férteis! Reproduzem como
ratos! Além disso, possuem veículos velhos e imprestáveis que pouco valem,
mas com instalações sonoras caríssimas para reprodução de raps, axé,
punk/pancadão de estourar os tímpanos de toda vizinhança.

E assim vamos indo...  Pro buraco.

 

Hora de descer das árvores...

Félix Maier

06/04/2001

Assim como o islamismo, especialmente o dos talibans, está manietado aos conceitos da "1ª Onda", os marxistas se apegam ferozmente aos frangalhos que restam da 2ª Onda ("economia das chaminés") e são afogados pela "3ª Onda", a era do conhecimento. O que dizer de sujeitos como Pedro Stédile e José Bové, que tentam retroceder seus países aos tempos medievais da "1ª Onda"?

Embora combatam experiências científicas ligadas à biotecnologia, especialmente os estudos voltados a alimentos transgênicos, Stédile e Bové são, eles próprios, como todos nós, organismos geneticamente modificados. Se não fossem, seriam apenas protozoários. Ou, no máximo, estariam hoje trepados nas árvores, como nossos primos de 3º grau - os macacos.

 

 

Leia os textos de Félix Maier acessando o blog e sites abaixo:

PIRACEMA - Nadando contra a corrente

Mídia Sem Máscara

Netsaber

Usina de Letras

 

Para conhecer a história do terrorismo esquerdista no Brasil, acesse:

Wikipédia do Terrorismo no Brasil

 

"Quando todas as armas forem propriedade do governo e dos bandidos, estes decidirão de quem serão as outras propriedades" (Benjamin Franklin).

 

Escracho

O Palácio do Planalto amanheceu com uma faixa no topo do prédio:

"AQUI VIVE UMA TERRORISTA"

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui