Usina de Letras
Usina de Letras
237 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62152 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Assim caminha a humanidade -- 18/04/2013 - 12:26 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Assim caminha a humanidade.

 A força dos fortes é incompreensível para os fracos. Quem for podre que se quebre; quem for besta morra triste! O que importa é vencer! Vencer, vencer, vencer!  Nem que seja preciso passar por cima dos cadáveres dos mais fracos.  – Ai dos vencidos! Os generais de 64 venceram, mas perderam. Venceram, mas não souberam levar.  Estão aí chorando o leite derramado, humilhados e ofendidos.

 

Dona Dilma sabendo disso está “cagando e andando” para tudo e para todos. Não importa se a inflação voltou, e voltou com a força do cão! Não importa se as plataformas, se os poços da Petrobrás estão afundando. Não importa se o trânsito ficou caótico, infernal. Quanto mais carros nas ruas, mais motos atravancando o trânsito melhor; mais impostos entram nos cofres públicos para garantir as eleições que se aproximam. Não importa que as “empreguetes” percam empregos; o que importa é o FGTS que dona Dilma vai embolsar, para garantir-se nas próximas eleições.

E os nossos queridos irmãos do norte, hein?  Também eles sabem que não podem perder. E por isso possuem as melhores universidades do mundo.  Importam os melhores cérebros, as melhores cabeças do mundo. Por isso são os mais ricos e os mais poderosos do mundo.  Os nossos “queridos irmãos do norte” pareciam estar predestinados a uma estabilidade tão afortunada, quanto o permite a instabilidade das coisas da vida; das coisas da natureza; das coisas humanas.  Mas estão aí os “furacões”; estão aí os terroristas. Tanto externos, quanto internos; islâmicos ou não: são inelutáveis.

E o nosso querido Brasil? -- Enquanto ele pega fogo nas mãos dos bandidos da dona Dilma, dona Dilma se prepara para assistir a posse do Maduro. Maduro tem medo de recontagem de votos, pois sabe que vai perder. Nem todos os venezuelanos são burros, como muitos dos nossos brasileirinhos, que lhe dão mais de 80% de IBOPE.   Quem está feliz, muito feliz com a vitória do Maduro é o Fidel Castro, que sobrevive às custas do petróleo venezuelano, e dos bilhões que dona Dilma lhe remete, sempre por baixo dos panos; e não importa se a seca está acabando com o nordeste sertanejo. (Em Natal está sendo construído um estádio multimilionário, para receber quatro jogos da Copa do Mundo! Enquanto isto, o sertão nordestino está pegando fogo; o gado morrendo; o povo morrendo...).

Sei que meus pálidos artigos jamais irão sensibilizar os surdos ouvidos da minha querida comandante--em--chefe! -- Não! Nem flores, nem ingênuos beliscões poderão fazê-lo. Mais desmoralizado que este tão grande, tão amado e tão traído Brasil está, me parece impossível ficar.  Todos sabem que dona é a líder do mensalão! Deste maldito mensalão, forma espúria de governar; maldita forma de comprar a honra e a dignidade dos muitos políticos sem pingos de moral. -- Vale tudo, neste faz  de tudo para continuar no poder.

Dona Dilma se prepara para assistir a posse do Maduro; vá com Deus dona Dilma; vá com Deus, com sua turma e com aquela que lhe pariu.

Coronel Maciel.

 

 

Leia os textos de Félix Maier acessando o blog e sites abaixo:

PIRACEMA - Nadando contra a corrente

Mídia Sem Máscara

Netsaber

Usina de Letras

 

Para conhecer a história do terrorismo esquerdista no Brasil, acesse:

Wikipédia do Terrorismo no Brasil

 

"Quando todas as armas forem propriedade do governo e dos bandidos, estes decidirão de quem serão as outras propriedades" (Benjamin Franklin).

 

Escracho

O Palácio do Planalto amanheceu com uma faixa no topo do prédio:

"AQUI VIVE UMA TERRORISTA"

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui