Usina de Letras
Usina de Letras
76 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60285 )

Cartas ( 21285)

Contos (13379)

Cordel (10352)

Cronicas (22252)

Discursos (3187)

Ensaios - (9687)

Erótico (13520)

Frases (48080)

Humor (19493)

Infantil (4787)

Infanto Juvenil (4142)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139180)

Redação (3100)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5773)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->A lata de pirigo -- 10/09/2013 - 11:57 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
A "lata de pirigo" -- 22/02/2006 - 06:50 (Il Gobbo)

Da tenra infància à adolescente implicància, minha

lembrança recorrente é a `lata de perigo`:

e pouco tinha aquela latinha - penduradinha por uma

alcinha de arame ao lado externo da janela da copa,

ficava exposta ao elementos, bons ou maus.

Feita de uma daquelas latas de gordura de cóco de dois

kg - se não me engano marca Tahi, pois a marca Dunorte

foi bem mais recente - ela se destinava a comportar

tudo o que fosse perigo para o lar como ampolas de

injeção, cacos de vidro, pregos enferrujados, làminas

de barbear usadas e enfim tudo o que significasse

potencial risco a um acidente.

Na nossa mudança do vilarejo pra cidade - em que

havíamos deixado pra trás, coisas como uma passadeira,

um pilão e uma torradeira, além do arvoredo que não

tinha arredo, a `lata de pirigo` - conquanto vazia -

foi nossa companhia.

Esvaziá-la era um ritual, a ser seguido com as

precauções devidas, de sorte a se evitar que o gênio

do perigo ficasse esparramado pelo quintal e voltasse

a fazer mal.

Mas mais que os preguinhos tortos, làmpadas quebradas

ou meias gilettes desaforadas, o que aquela latinha

encerrava, além da educação com que mamãe nos

instilava, era então tudo quanto fosse perigo no

mundo, lá se guardava, lá se isolava.
Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 26Exibido 96 vezesFale com o autor