Usina de Letras
Usina de Letras
55 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60285 )

Cartas ( 21285)

Contos (13379)

Cordel (10352)

Cronicas (22252)

Discursos (3187)

Ensaios - (9687)

Erótico (13520)

Frases (48080)

Humor (19493)

Infantil (4787)

Infanto Juvenil (4142)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139180)

Redação (3100)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5773)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Dois ídolos -- 06/10/2013 - 15:20 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Com uma diferença de dias, ou horas, perderam os americanos dois ícones de seu

universo, tão vasto, quanto disperso: Ronald Reagan e Ray Charles. Branco um, preto,

o outro, para mostrar que, no conjunto, em matéria de ida pra eternidade, zebra dá, à

vontade.

A carga emocional - ou promocional - em torno dos agora idos nos oferece um

turbilhão de opiniões, manifestações, eulogias e outras folias que seria ocioso e

desnecessário buscar sintetizar, simpatizar, ou mesmo acompanhar - sem margem pra

se discordar. Um o corpo, outro a alma?

Um bi-Presidente que foi esquecido, e que de tudo se esqueceu - mesmo ainda no seu

ofício, quando dos Contras de nada se lembrava - e que depois de um calvário de mais

de uma dezena de anos, na morte reemerge, heróico, galante, bem falante, marcante

e sobretudo, querido, sentido, lembrado, adorado. Tremei império do mal! E os EUA

ficam sem seu Ronaldinho.

Já o Ray, ainda tão moço nos seus 73, comparados aos longevos de Reagan 93, e que

tanto pela música fez, deixa-nos de vez, pelos ouvidos, pelos poros, pelos miolos, com

Georgia em nossas mentes, doce, doce mente?
Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 26Exibido 95 vezesFale com o autor