Usina de Letras
Usina de Letras
43 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62137 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10331)

Erótico (13566)

Frases (50547)

Humor (20019)

Infantil (5415)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140778)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Travessia, por Nêumanne Pinto -- 11/05/2016 - 12:39 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Endereço do Blog do Nêumanne: http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/

 

Acabo de publicar o seguinte texto no Blog

Quarta-feira 11 de maio de 2016 11 horas

Travessia

Começo este Dia D em pulgas. Como disse meu primeiro ídolo literário, que aprendi a amar traduzindo do latim original para o português e o tomando como mestre e meta, Júlio César, alea jacta est, ou seja, a sorte está lançada. Não tenho nenhuma dúvida de que Dilma, Lula e o PT nunca honraram nem honrariam o apoio maciço que receberam de uma população carente, vitimada por deficiências pelas quais não é a maior responsável. Ao contrário de seus algozes. Quando assumiu o sindicato, em 1975, Lula era um malandrinho campainha (expressão que meu pai jornalístico, JB Lemos, usava para definir ladrões que acionam a campainha à sua porta para assaltar sua casa). E se tornou na política um nada refinado, mas insaciável, assaltante, que comandou a pilhagem sobre todos os bens de uma República incauta e mal acostumada. Dilma construiu a imensa cova em que se enterrou, levando para esse buraco junto com ela milhões de lares famintos de desempregados ou de trabalhadores com salários desvalorizados, negócios falidos e parte da honra, da boa imagem e da decência de uma Nação inteira. Ela jogou no lixo o apoio que recebeu de um Congresso venal e de uma ingênua confiança do povo que acreditou nas mentiras criminosas do ladrãozinho cretino e criativo João Patinhas Santana. Esse trio Desesperança vai pra lixeira que eles próprios construíram. Já vão tarde. Espero também que paguem pena, se não pelo imenso mal que fizeram ao Brasil, pelo menos pela fortuna que acumularam ilicitamente empobrecendo e maltratando um povo trabalhador e honrado.

E só me resta desejar a todos nós, brasileiros, que tenhamos fé, esperança, vigor e tempo para reconstruir tudo o que eles destruíram com ganância e ambição desmedidas.

Despeço-me, por enquanto, compartilhando um abraço e a confiança que poderemos comemorar os frutos ainda verdes deste dia que promete fertilidade sem frivolidade.

(Diário do Blog, Blog do Nêumanne, Estadão

 

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/travessia/

 

No Dia D do julgamento do afastamento dela da Presidência, Dilma tem dirigido seu calão mais sujo aos traíras. É injusta, como de hábito. Foi ela quem cavou debaixo de seus pés a cova em que seu desgoverno está sendo sepultado sem honra nem pompa. Da petulância, da arrogância, do caráter mercurial, da burrice cavalar e do espírito antidemocrático exclusivo delas foi construído o rombo no qual afunda o País inteiro. O fato de madama não ter percebido ainda isso também depõe contra ela.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – da quarta-feira 11 de maio de 2016, às 7h15m)

http://radio.estadao.com.br/audios/detalhe/radio-estadao,judicializacao-do-governo-e-a-saida-de-dilma-rousseff-sao-temas-da-coluna-direto-ao-assunto,580097

 

Dilma diz alto e bom som que usará todos os meios “legais ou de luta” para ficar na Presidência da República, desprezando solenemente o País que tem obrigação de governar e não governa, deixando todos os brasileiros ao relento, em especial os mais pobres, que enfrentam perda do poder aquisitivo da moeda, desvalorização do salário e, sobretudo, desemprego. Age como se o voto depositado nas urnas em 2014, seja pra ela, seja pro adversário, só lhe trouxesse direitos, nenhum dever.

(Comentário no Jornal da Gazeta 1 da terça-feira 10 de maio de 2016)

https://www.youtube.com/watch?v=JiFCDBeda6w

Comentário no Blog do Nêumanne:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/o-brasil-que-se-dane/

 

Manifestações de gatos-pingados queimando pneus contra impeachment de Dilma e, principalmente, protestos de taxistas contra regulamentação de aplicativos de transporte, em especial o Uber, mostram que São Paulo não tem prefeito nem governador. Fernando Haddad entrega as ruas da cidade aos motoristas de táxi e Geraldo Alckmin põe Polícia Militar a serviço deles, facilitando sua truculência corporativista.

(Comentário no Jornal da Gazeta 2 da terça-feira 9 de maio de 2016)

https://www.youtube.com/watch?v=5TeH3yVK_oU

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui