Usina de Letras
Usina de Letras
52 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60242 )

Cartas ( 21285)

Contos (13380)

Cordel (10346)

Cronicas (22255)

Discursos (3185)

Ensaios - (9662)

Erótico (13517)

Frases (47985)

Humor (19476)

Infantil (4776)

Infanto Juvenil (4119)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139150)

Redação (3095)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5762)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Vida -- 17/04/2000 - 23:43 (Oto Dias Becker Reifschneider) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Vida doce vida

Não te esqueço

Sei como deves

Ser vivida



Com amor

Muito amor

Um sorriso

Uma flor



Com carinho

Para afastar

Toda dor



Mas vida

Cara vida

Não sabes os caminhos

Que andei para ti



As angústias

Em teu nome

Os horrores

Que cometi



Mas aprendi com o tempo

Deves ser saboreada

E não sofrida



Horas tristes

Horas idas

Horas findas

Agora há vida.
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui