Usina de Letras
Usina de Letras
55 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59672 )

Cartas ( 21255)

Contos (13337)

Cordel (10321)

Crônicas (22226)

Discursos (3170)

Ensaios - (9538)

Erótico (13486)

Frases (47223)

Humor (19422)

Infantil (4629)

Infanto Juvenil (3942)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138794)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5662)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cartas-->Seja Feliz para sempre -- 18/09/2012 - 09:01 (Antonio Jose Laurindo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Bom dia meu Bebe, meu amigo, meu homem meu porto seguro, meu filho, parece até que foi ontem quando na abertura da copa do mundo de 1986, lá no México Jogavam Brasil e México e você nascia, uma data importante para tantos Brasileiros e principalmente para mim porque surgia na minha vida aquele que seria com certeza mais uma grande alegria, o tempo passou rapidamente e tudo se confirmou, você realmente não me desapontou, formou-se homem e com um caráter e uma dignidade que qualquer Pai deve se orgulhar, estamos felizes muito felizes hoje Melk, eu sua mãe seus irmãos e irmãs estamos cheios de orgulho e felicidade por podermos compartilhar com você todo o nosso sentimento familiar, te amo mais que tudo neste mundo, hoje já me sinto cansado com o peso do tempo me castigando, mas olho para você para a sua jovialidade, para a sua alegria e cordialidade com as pessoas, então me sinto rejuvenescido novamente e encontro forças para continuar vivendo para poder assistir o espetáculo e a maravilha que é viver sob o teto de uma Família.
Felicidades meu filho, você é o fruto de um grande amor que mesmo com o desgaste natural do tempo, consegue frutos tão bons como os que você nos dá

05/06/2012

AJOTAELE
Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 18Exibido 392 vezesFale com o autor