Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
36 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59033 )

Cartas ( 21233)

Contos (13075)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9400)

Erótico (13482)

Frases (46376)

Humor (19246)

Infantil (4422)

Infanto Juvenil (3669)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138134)

Redação (3048)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1943)

Textos Religiosos/Sermões (5490)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Chique no último -- 10/03/2021 - 06:56 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

 

 

 

Chique no derradeiro


Para conhecer a Europa chique, viaje com Danuza. Não tem erro, sobretudo se seu destino for Paris. E se não der para ter a deusa das passarelas em pessoa, um livro dela é o melhor sucedâneo. Com a vantagem, que não chega a ser consolo, contudo, de você não ter que se envergonhar de seus eventuais faux pas... E vê se pra ela não revela: sai bem mais em conta...sem contar, é claro, os passos que você dá no processo de familiarização com esse ícone maior da moda de todos os tempos...

Pois é, sempre vale o escrito. Dela. E não ouse contestar, você é um néscio nesse negócio de ir, ver e conquistar. Hotéis, restaurantes, boutiques, recantos, exclusividades raras e caras, só com ela mesmo. E sua amiga parisiense Josée é parceira e testemunho de tudo, todos atos, fatos e boechatos...

E vá com calma e aberta alma. Tudo lá, no olhar de Danuza vale a pena, e a sua vida nunca mais será pequena. Suas revelações e descobertas são sempre surpreendentes, emocionantes e exclusivas.

Numa passagem de Danuza  por Lisboa, cidade que também a-d-o-r -a,certamente a caminho de Paris, Danuza sussurrou-me de seu diário o prazer de namorar, sim namorar, na capital portuguesa...e que se estende além do clímax...quando parceiros - não sei se sempre ele e ela - exclamam, cheios de felicidade: vim-me...te vieste, também...?

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 26 vezesFale com o autor