Usina de Letras
Usina de Letras
43 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62397 )

Cartas ( 21335)

Contos (13272)

Cordel (10452)

Cronicas (22546)

Discursos (3240)

Ensaios - (10444)

Erótico (13578)

Frases (50785)

Humor (20070)

Infantil (5485)

Infanto Juvenil (4808)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140867)

Redação (3319)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1962)

Textos Religiosos/Sermões (6232)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Eu ontem fui à festa... -- 08/09/2022 - 05:52 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

 

 

https://www.recantodasletras.com.br/cronicas/7600840

 

Eu ontem fui à festa...

 

...na casa do Bolinha. E o Ali Ba Bar, da Avenida do Contorno, em Beagá, na véspera do feriado nacional da Independência, foi que virou então a casa do Bolinha. Já o Bolinha, que feito o cometa de Halley, passou a aparecer entre nós de longe em cada vez mais longe, reapareceu com o brilho usual de seu fino humor, distribuindo atenção e sorrisos a todos, antigos colegas e amigos que foram prestar-lhe homenagem, e sorver um pouco de sua sapiência forjada em tanta andança mundo-afora...

 

Esse evento, que reuniu uma boa vintena de cabeças, organizado pelo impagável Bécaud e mais um par de fieis escudeiros, consistiu numa edição extra dos encontros mensais do Grupo dos Amigos de Pitangui, cuja itinerância já levou essa turba de pitanguapos até Papagaios - cortesia do José Airton - capital nacional da ardósia e torrão natal de um Queirós, não aquele em que pensais vós, mas o nosso Bartolomeu, cuja pena, tanta beleza escreveu.

 

E valendo o escrito, o nosso William Jacques Pereira Santiago, o dito Bolinha, valeu-se da rara oportunidade para apresentar sua nova obra, Mundo Vago, ou Vago Mundo...(?), narrativa de suas vaganças de bem curtidas sete-(décadas) de vidas... E, imodestamente e agradecido (e aparecido) pela amizade com que me distingue o autor, eu lá me vi, entre feras quiném Marcial e Didi...

 

Os clãs tradicionais de nossa Velha Serrana estiveram lá muito bem representados: Chaves, Lopes, Nunes, Fifis, Bahia, Teixeira, Machado, Duarte, Viegas,e se de alguém me esqueço nesta citação, peço que se manifestem para a devida correção ...e a isso tudo se adicione a presença de meia dúzia de graciosas musas encantadoras, verdadeiras companheiras - salvo nas nossas maneiras cachaceiras...

 

Tivemos também a presença ilustre de pitanguiense de mútua adoção, como é o caso do sempre assíduo Mister Spray, titular de um diploma de cidadão honorário, que nos orgulha a todos, e desta vez, nos brindou com sua presença o Doutor Francisco Bastos, oliveirense da gema do Morro do Ferro, escritor, poeta, compositor e, como não poderia deixar de ser, amante da boa prosa e da cachaça, tanto da que consome, quanto da que produz em seus domains avec appélation d'origine contrôlée...

 

E embora tão boa a festa na casa do Bolinha, se saí um pouquinho mais cedo pra evitar o sereno, confesso que gostei dos modos da Glorinha...

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 9Exibido 92 vezesFale com o autor