Usina de Letras
Usina de Letras
22 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62387 )

Cartas ( 21335)

Contos (13272)

Cordel (10452)

Cronicas (22545)

Discursos (3240)

Ensaios - (10442)

Erótico (13578)

Frases (50775)

Humor (20067)

Infantil (5484)

Infanto Juvenil (4802)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140866)

Redação (3319)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1962)

Textos Religiosos/Sermões (6231)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Visita inesperada -- 17/05/2024 - 15:14 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

 

 

 

 

Uma visita inesperada

 

 

Com suas emoções contidas ao longo e logo de toda uma vida, mamãe, nonagenária operária, nunca foi de expansões descontraídas... por isso, me surpreende agora, quando chego de Beagá para passar um fim de semana em Pitangui, com uma trepidação quase escolar, a falar de uma visita inesperada que recebera havia poucos dias.

 

Tratava-se de uma sua colega dos tempos de fábrica de tecidos no Brumado, Dona Marocas, a quem ensinara a costura pelo corte centesimal, que viera de aprender, ainda na primeira metade da década de 1950... Marocas, de fato, havia ido ao Brumado, rever o torrão natal em que se criara, já sem esperança de encontrar contemporâneos ainda vivos, e porventura, ainda ativos...

 

E em uma de suas interlocuções e evocações, Marocas encontrou a professora pitanguiense Cristina Alvarenga, casada com um brumadense, que, solícita, e convicta, afirmou-lhe saber cem por cento quem era a Zezé daqueles primórdios sartoriais, de onde Marocas, com dedicação e habilidade, viera a se estabelecer como estilista de mão cheia, em Guarulhos, SP.

 

E o reencontro, graças à obsequiosa intercessão de Cristina, quase setenta anos passados, aconteceu na casa de mamãe, sob fortes emoções. Alinhadíssima, a visitante, creditou a mamãe o chute inicial de seu sucesso profissional na progressista cidade paulista.

 

E mamãe, comovida, mo relatou, feliz da vida...estendida, expandida...

 

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 9Exibido 32 vezesFale com o autor