Usina de Letras
Usina de Letras
25 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62472 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10468)
Erótico (13578)
Frases (50857)
Humor (20082)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140897)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6247)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Pontos clonados -- 20/05/2002 - 08:28 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos






















..........................................................................................................................................................................................................................................

. .

. .



. . ..................

.

.

. .................... .



Sou unidade mais simples de comunicação visual

Quando o nu me olha, e mínima irredutivelmente

Na natureza, a rotundidade é a formulação trivial

Em estado natural, quadrado e reta só raramente



Gotinhas de qualquer coisa me imitam

Quando sobre superfície qualquer vertidas

Arredondando-se, e logo se arrebitam

Porque, é claro, comum delas é derretidas



Quando qualquer coisa é bem marcada

Com tinta, substância dura ou bastão

Passo a ser referência visual lembrada

Ou indicador de espaço vazio no chão



Sobre o olho tenho grande poder de atração

Quando natural ou colocado por qualquer animal

Em resposta a um objetivo, boa ou má ação

Pouco me importa se usado para o bem ou o mal



Eu e meu irmão somos instrumentos úteis

Para medir espaço no meio ambiente

Desenvolver projetos visuais, até os fúteis

Sou o sistema de notação consistente



Desde cedo, usam-me com régua e compasso

E quanto mais complicadas as medidas necessárias

E sou clonado em projetos, como marca-passo

Para que suas execuções não se tornem arbitrárias



E, quando passo a ser nós, ligamo-nos para olhares dirigir

Quando numerosos e justapostos criamos a ilusão de tom ou de cor

Base para os meios mecânicos os tons contínuos imprimir

O fenômeno perceptivo da fusão visual de há muito tem explorador



Seurat, com seus quadros pontilhistas, de cor e tom bem variados

Valendo-se do amarelo, do vermelho, do azul e do preto tradiconais

E dos pincéis muito pequenos e pontiagudos, deixou impressionados

Os olhos dos espectadores, pela fusão, contraste e ordem naturais



Entre as mais recentes teorias de McLuhan, vê-se algo semelhante

Pois, ele diz que o envolvimento visual e a participação nos atos de ver

São componentes do significado, como qualquer leitura estimulante

Mas, Seurat fez o processo de quadricromia em meio-tom resplandecer



Parece que ele antecipou com seu processo ao que hoje sucede

Nas impressões em grande escala de fotos e desenhos em cores

Em tom contínuo. Juntinhos não deixamos que o olhar se arrede

E o conduzimos como seta de Cupido aos seus melhores amores





(Adaptação de uma apostila da Biblioteca da Escola de Belas Artes da UFMG, distribuída durante Curso sobre Photoshop)



















. . . . . .

. . . .

. . . .

. .

. .







. .

. . .

. . . . . . . . . . . . . . ...........................

. . .

. .

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui