Usina de Letras
Usina de Letras
78 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59807 )

Cartas ( 21263)

Contos (13364)

Cordel (10327)

Cronicas (22226)

Discursos (3173)

Ensaios - (9574)

Erótico (13486)

Frases (47456)

Humor (19436)

Infantil (4673)

Infanto Juvenil (4003)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138972)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5699)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Súplica ao tempo -- 31/05/2002 - 11:23 (Walquíria R. S. Guimarães) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


O tempo expande e contrai para além das nossas vistas

e de qualquer dos sentidos humanos

Somos terrivelmente perecíveis.

O tempo: pára ou não pára?

Se pára, o que o faz parar?

Se não pára, para onde caminha?



O infinito é um tempo sem tempo ou o tempo do tempo?



Suplico ao tempo: leve-me com você!

sejamos um: eu e o tempo

o resto, não

o resto duvida e divide



Viajando no tempo,

serei eterna e etérea

voarei ao início de tudo

beijarei aves, montanhas, mares e vulcões



sobreviverei ao infinito: terei o tempo do tempo

até o fim dos tempos.











































Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui