Usina de Letras
Usina de Letras
78 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59807 )

Cartas ( 21263)

Contos (13364)

Cordel (10327)

Cronicas (22226)

Discursos (3173)

Ensaios - (9574)

Erótico (13486)

Frases (47456)

Humor (19436)

Infantil (4673)

Infanto Juvenil (4003)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138973)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5699)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->MATERNA-IDADE -- 11/06/2002 - 22:15 (Walquíria R. S. Guimarães) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Mãe

Que se vê nos movimentos da filha

Que cresce, junto com a filha

Menina que se torna mulher

Mulher que se enxerga menina



Filha

Que faz da boneca espelho

E fala de si às bonecas

Que namora, brinca, penteia

Seus cabelos, com a graça da flor



Flora

Um sopro de amor te deu vida

Um mundo de amor te mantém

Senhora do fel e do mel

Encanto maior dos meus dias



Menina

Dos olhos negros, graúna

Que tanto mistério carregas

Em teu semblante enigmático?



Mar do meu sertão

Luz que dei à luz

Nascente mulher

Poente menina



Pra você,

Por você

Meu amor.















































Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui