Usina de Letras
Usina de Letras
59 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59664 )

Cartas ( 21255)

Contos (13325)

Cordel (10319)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9535)

Erótico (13486)

Frases (47209)

Humor (19420)

Infantil (4622)

Infanto Juvenil (3938)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138770)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5656)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Cumplicidade -- 22/06/2002 - 21:24 (Apaixonada Virtual) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Não há como esconder este amor

esta pronto está feito

sem jeito sem conserto

fujo pra todos lados

até mesmo perco o respeito.



Quero secar tuas lagrimas

beijar teus olhos ainda salgados

trazer pra junto a tua emoção

mostrar-se amigo companheiro

afagar e dar colo pro teu coração.



Quero fazer fantasias

jogar fora coisas velhas

estar contigo sempre presente

sonhar de qualquer jeito

sentir teu carinho permanente.



Vamos espalhar luzes pela casa

ouvir música com volume alto

vamos fazer amor em qualquer lugar

venha atrevida sem rotina

ser um pouco selvagem e até vulgar.



Este é o começo e recomeço

Não consigo esperar sem você

estou pra explodir de dor

cuide de nosso lugar de meu carinho

vem pra me aquecer com tanto amor.



Deixemos nosso amor só para amar

vou aprender com tua maneira de ser

possa eu chorar rir sei lá o que

quem sabe amando menos possa mudar

não desapareça de mim nem eu de você.





Marc

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui