Usina de Letras
Usina de Letras
77 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59666 )

Cartas ( 21255)

Contos (13325)

Cordel (10320)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9537)

Erótico (13486)

Frases (47215)

Humor (19420)

Infantil (4627)

Infanto Juvenil (3940)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138779)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5659)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Réquiem ao Tempo Presente -- 06/06/2000 - 02:14 (Abilio Pacheco) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
É preciso enterrar nossos mortos

Já não ouvimos mais os fogos de artifício

estourando luzes nos olhos do céu

É preciso enterrar estes corpos

Já não ouvimos mais o som dos taróis,

dos surdos, dos tan-tans, nem dos pratos

É preciso enterrar nossos vizinhos

seu cão atropelado, seu gato baleado,

seu jardim pisoteado, suas crias envenenadas

Já não ouvimos mais tantos tiros

ou melhor ouvimos, ouvimos uma saraivada

gritos de uma aurora baleada

despertamos em plena guerra

É preciso enterrar nossas asas, nossas penas,

instrumentos de nossos mais belos vôos

Já não ouvimos mais o som das trombetas

o som das desafinadas trombetas

que os anjos, os demônios e os anjos tocam

É preciso enterrar nossos entes

Já não ouvimos mais os trovões

prenunciadores de chuvas invernais

aliás, ouvimos os trovões, ouvimos

nossas lágrimas que se quebram

nossos prantos, dentes que se rangem

É preciso enterrar estas horas

Já não mais ouvimos os relógios

nem as pedras que se precipitam

nem os tiques do tempo (taque) à porta

nem mesmo as flores que morrem murchas

É preciso. É preciso enterrar nossos olhos,

nossos dentes, nossas línguas, nossos tímpanos.

Já não mais nos ouvimos a nós

Já não mais nos ouvimos

Já não mais...

É preciso!

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui