Usina de Letras
Usina de Letras
74 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59666 )

Cartas ( 21255)

Contos (13325)

Cordel (10320)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9537)

Erótico (13486)

Frases (47215)

Humor (19420)

Infantil (4627)

Infanto Juvenil (3940)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138779)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5658)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->HABITAT -- 06/06/2000 - 02:15 (Abilio Pacheco) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Sempre são meus os olhos que habitam esta casa:

paredes de tábuas despregadas,

ratos podres pelos cantos,

sapatos empoeirados nos tapetes,

comida estragada nos lixeiros,

caibos comidos por cupins,

telhas quebradas no telhado,

várias trancas nas janelas,

teias de aranha nos portais,

fogão engordurado por descuido,

quadros mal pregados nas paredes,

livros espalhados pelo chão,

roupas sujas sobre a mesa,

porta e fechadura arrombadas a tiro.;



e os meus olhos assustados e despertos

já não habitam mais em mim.

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui