Usina de Letras
Usina de Letras
44 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60345 )

Cartas ( 21288)

Contos (13386)

Cordel (10358)

Cronicas (22276)

Discursos (3193)

Ensaios - (9712)

Erótico (13520)

Frases (48231)

Humor (19546)

Infantil (4823)

Infanto Juvenil (4173)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139333)

Redação (3115)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5807)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->DA INVEJA... -- 19/12/2006 - 08:36 (ARY CARLOS MOURA CARDOSO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Há sentimento humano mais abjeto, mais pervertido que a inveja? Tal estado afetivo é tremendamente sórdido, rasteiro, medíocre, reles, asqueroso. Trata-se, em síntese, de uma ânsia doentia, sôfrega, frustrada, de se querer o que outro é detentor e, seja lá porque razão, nos escapa.



A inveja, depois de alojada no espírito, engendra uma mentalidade menor tornando o sujeito um escravo e de caráter imprevisível. O invejoso, na verdade, carrega um ônus que nem ele mesmo é capaz de suportar. Daí a traição se caracterizar como uma das marcas de quem se deixa dominar por ela. O veneno do invejoso é avassalador, corrói tudo o que estiver à sua volta. Destarte, nada tão ignóbil, nada tão inaceitável, nada tão nocivo, nada tão imoral.



A inveja é a deformação radical e absoluta do sentido do AMOR, é o vôo mais curto para a nossa decadência geral.

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 2Exibido 965 vezesFale com o autor