Usina de Letras
Usina de Letras
48 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60373 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22278)

Discursos (3194)

Ensaios - (9718)

Erótico (13520)

Frases (48263)

Humor (19556)

Infantil (4831)

Infanto Juvenil (4181)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139380)

Redação (3120)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Filosofia de banheiro, parte 1: sexo e comida. -- 19/02/2002 - 15:55 (A. Vicente) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Sabe aqueles dias quando você acorda, imagina como vai ser seu dia e dá aquela preguiça? Pois bem, como a maioria dos meus começa assim, já tenho até um ritual programado.

Depois de sair da cama e fazer alguns alongamentos, vou direto ao banheiro. Tomar banho? Ainda não. Meu negócio é sentar na privada. Não necessariamente pra deixar o intestino tinindo, mas pra pensar nos assuntos um tanto filosóficos. Religião, por exemplo. Mas religião é polêmico demais pra falar aqui. Melhor seria sexo. É, sexo dá ibope. Tanto ibope quanto comida. Melhor falar dos dois, afinal quem não come ou é faquir ou celibatário.

Para ilustrar essa teoria, tomemos uma festa como exemplo. Qualquer que seja. Por que as pessoas vão a alguma festa? Sexo e comida, claro. As pessoas saem de casa dispostas a paquerar e,ou, comer. Nem vem com essa de que os convidados comparecem por consideração e blá blá blá... O pessoal está lá pra comer... e ser comido. Mas isso não é apenas em festas. Todas as relações humanas são permeadas por esses desejos enraizados em nosso cérebro reptiliano. Somos programados pra isso. Você pode até tentar ludibriá-lo, mas não há como fugir. Somos reféns dos nossos próprios genes. Não que esteja afirmando que somos apenas máquinas devoradoras de comida e de gente. Longe disseo. E também não leve tão a sério esses comentários. Afinal isso tudo não passa filosofia de banheiro.

-Menino, sai daí que eu tó atrasada.

O despertador materno disparou. É hora do banho. E banho frio. Brrrrr...
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui