Usina de Letras
Usina de Letras
61 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59661 )

Cartas ( 21254)

Contos (13324)

Cordel (10319)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9535)

Erótico (13486)

Frases (47209)

Humor (19420)

Infantil (4621)

Infanto Juvenil (3937)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138767)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5656)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Eros, meu vício... -- 14/07/2002 - 19:30 (Antoniella Devanier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


Amor, companheiro viril da beleza,

Ardente Eros, caçador de passagens,

encontra, na sabedoria da natureza,

chama, abismo do fogo de vertigens.



Amor, tu não és uma fumaça mortal

Tu também não és o alto ser imortal

buscador de novas e belas moradas,

feiticeiro de infinitas, ternas estradas.



Quero-te tanto, viril companheiro !

Sou tua beleza, ó mágico artreiro !

Mas, tu és pobre e rude, sem rumo...



E eu quero-te, apenas, opulência

Motor que cria minha transcendência!

Amor, vestígio do meu último fumo...





Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui