Usina de Letras
Usina de Letras
25 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62480 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10471)
Erótico (13578)
Frases (50867)
Humor (20083)
Infantil (5501)
Infanto Juvenil (4822)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140912)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Contos-->Diálogo dos Eus -- 20/06/2002 - 01:01 (Alessandro Ramos) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
- Oi, quem é você?
- Eu? Eu sou eu.
- Oras, que surpresa! Eu também sou eu.
- Então quer dizer que eu sou você?
- Creio que não. Eu sou eu, você é você.
- Diz isso por conveniência gramatical ou pela lógica da situação?
- Pelos duas coisas. A conveniência gramatical vem da lógica da situação.
- Entendi. Então, o que faz por aqui?
- Eu estou procurando alguém. Sabe, alguém como eu.
- Eu procuro algo parecido, mas eu não vejo ninguém por aqui, a não ser você, meu caro Eu.
- Pois é, terra deserta essa. Na verdade encontrei algumas pessoas, mas gente esquisita. Alguém com cujo nome é Alguém disse que havia vários alguéns por aqui, mas eus, pouquíssimos.
- Eu também encontrei alguém. Digo, era Qualquer. Disse que ficou feliz em me ver, afinal, ficaria feliz em ver qualquer pessoa. Também não sabia o que fazia por aqui, mas qualquer coisa que acontecesse estava de bom tamanho.
- Eu não entendo essas pessoas, você entende?
- Certamente não. Pensam de forma estranha. Conheci há alguns dias um Quisera. Passei horas ouvindo seus quereres, mas ao que me pareceu, ele não tinha nada, coitado. Não é a toa que queria tanto o Quisera.
- Coisa horrível. Sabe, também gostei de te conhecer. Você pensa como eu...
- Não! Eu não penso como você. Eu penso como Eu.
- Calma amigo, o que quis dizer é que você pensa como eu pois nossos pensamentos são semelhantes.
- Não são semelhantes. Eu penso como Eu, você pensa como você.
- Você está enganado.
- Eu não sou Você. Você é Você e eu sou Eu. E foi Você quem disse que era Eu, mas na hora não quis discutir.
- Eu não sou Você! Já disse. Sou Eu, e se você É Eu, somos Eus.
- Convença outro com essa! Pode haver vários alguéns, vários qualquers, vários quiseras, várias muitas coisas, mas apenas um Eu, que sou Eu.
- Mas Eu também sou Eu.
- Eu sou Eu, você é você, sendo seu Eu, e não o meu Eu. Portanto, procure o seu Eu que eu procuro o meu Eu. E passar bem!





Correio Eletrônico - frustrado@pop.com.br
Visitem meu blogue!
www.alessandroramos.blogger.com.br
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui