Usina de Letras
Usina de Letras
22 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62481 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10471)
Erótico (13578)
Frases (50868)
Humor (20083)
Infantil (5501)
Infanto Juvenil (4822)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140912)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->Confissão -- 26/11/2001 - 00:46 (Ana Karenina) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Confesso que te amei muitas vezes mais do que a mim mesma,

Confesso que te amei com a força das ondas do mar, com a calma do banho de lua, com a suavidade da brisa ao amanhecer

Confesso que te amei com a beleza do sol ao alvorecer

Confesso que te quiz, que te desejei

Confesso que me dei, que me dooei

Confesso que faria tudo outra vez, mesmo que fosse prá sentir novamente toda dor que agora sinto

Confesso que repetiria tudo outra vez, pois esse amor louco, infantil ou maduro me fez sentir menina, mulher, louca, feliz, confusa, segura...

Mas agora confesso que a falta só me faz infeliz...É como se faltasse um pedaço de mim.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui