Usina de Letras
Usina de Letras
40 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60374 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22278)

Discursos (3194)

Ensaios - (9719)

Erótico (13520)

Frases (48266)

Humor (19559)

Infantil (4832)

Infanto Juvenil (4183)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139383)

Redação (3120)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5813)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->FELICIDADE OPOSTA -- 07/11/2008 - 15:50 (Alberto Batista) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
FELICIDADE OPOSTA



São Luís, 18 de Julho de 2006, às 10h37



De onde vieram os sentimentos? Para que servem?

Alguns te deixam bem, felizes, te dão um prazer de viver a vida, alguns, ao contrário, te deixam triste, outros em especial te deixa amarga, sem vontade de ir avante.

Agora pára e pensa de que forma desejas ser, uma pessoa feliz ou o oposto?

Uma coisa é certa esses sentimentos, não se compram não se imploram não se cobram, eles simplesmente aparecem, dependendo de qual seja o sentimento, te deixa bem, feliz com vontade de viver, outros, te fazem chorar pelos cantos, faz se sentir a pior das mulheres, por um instante vem a sua mente certo repúdio a você mesma, quando se vê diante de alguma situação que te fez entristecer.

O que fazer?

O melhor é ser você, nunca implorar sentimento algum a ninguém, pois, isso como havia dito antes, não se cobra, ele simplesmente aparece, nasce, surgi, com o tempo evolui, mas nunca é comprado.

Por isso, cobrar sentimento não é o melhor das tarefas, o certo é deixar com que ele te veja, te note e quem sabe um dia TE AME!





Nayane Raquel



Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui