Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
63 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59138 )

Cartas ( 21236)

Contos (13105)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46521)

Humor (19282)

Infantil (4461)

Infanto Juvenil (3729)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138242)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5526)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->EXALTAÇÃO AO CORDEL -- 06/04/2003 - 14:51 (Benedito Generoso da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. EXALTAÇÃO AO CORDEL

Li o Artigo da Milene,
Essa ilustre escritora,
Que sempre sabe o que diz,
Tanto que é professora,
Mas é pena que ela acha
Que o cordel está em baixa,
No alto já não estoura.

Assim pensa a doutora,
E o seu ponto de vista
Merece todo respeito,
Por isso eu abaixo a crista,
Só que o Fiúza tem razão,
Quando em sua opinião
Discorda da cordelista.

Lendo os versos desse artista,
Eu me mantenho sereno,
Pois sei que o cordel não morre
Nem à custa de veneno,
A Milene é flor rupestre,
Mas endosso o grande mestre
Daniel Fiúza Pequeno.

O cordel ganhou terreno
E até já se espalhou
Por este Brasil inteiro,
Terra que o adotou,
É uma arte singular
Que um dia transpôs o mar
E o povo valorizou.

Leitor de cordel eu sou
Desde o tempo de criança
E os nomes dos grandes mestres
Guardo ainda na lembrança,
O que era escrito em folhetos
E cantado nos coretos,
Hoje na Internet avança.

O cordel quando alcança
Abre a mente obtusa,
Com empenho vai bem longe
E outras mais fronteiras cruza,
Cá entre nós está vivo,
Mas queremos incentivo
Daquela que é nossa musa.

Parabéns Daniel Fiúza
Pela luta sem cansaço,
À Milene também digo
Com todo desembaraço:
Não desista da poesia,
Dê um afago na Bia
E receba o meu abraço.

BENEDITO GENEROSO DA COSTA






Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 101Exibido 707 vezesFale com o autor