Usina de Letras
Usina de Letras
61 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60367 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3194)

Ensaios - (9716)

Erótico (13520)

Frases (48255)

Humor (19555)

Infantil (4830)

Infanto Juvenil (4180)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139367)

Redação (3119)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cartas-->CARTA AO DOMINGOS -- 16/08/2002 - 16:16 (Amaso Nib Nedal) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Domingos,

Mesmo tendo nos divergido em outros assunto, aqui falas bem, o que a história deixa no esquecimento. JK é um estadista muito respeitado; construiu Brasília e gastou o dinheiro da aposentadoria dos nossos anciãos, mesmo assim como disse na mensagem anterior ele fez muito politicamente pelo Brasil. Acertou e errou como qualquer político, mas o avanço ou atraso tecnológico são de vital importância na implementação de políticias públicas e sociais. A educação sofre as com as sequelas deixadas pelas medidas equivocadas de um governo. Precisamos repensar o futuro para não cometermos os mesmo erros do passado, pois agora tudo é diferente e já não temos tanto ouro para ser doado. Temos as reservas e minerais e a água que será em vinte anos a moeda mais valiosa da nação. Então, temos que preservar nossas fronteiras para garantir nosso território. Senão o mundo acenará para o Brasil para a terceira colonização. Seremos o que o oriente médio é por causa do petróleo. tu és um bom escritor e gosto quando debate com seriedade. Bem, que alguns colegas aqui o disse isto antes. Você está certo no seu comentário quanto ao JK e sei que tens mais a dizer sobre ele. Sei que podes refletir também quanto aos seus equívocos que, talvez, a história ou os fatos história não mostram o outro lado da moeda.

Um abraço respeitoso do seu adversário, mas leitor.

Amaso Nib Nedal
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui