Usina de Letras
Usina de Letras
27 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Néctar de Verdade -- 19/10/2002 - 07:58 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos






















Provei do néctar do oceano



Em que mergulhei, pasmado de surpresa



Espantado pelo ato profano



De querer repousar numa tal profundeza







À-toa e bem ativo, repleto de graça



Esse mar serve-me de consolo



Às decepções dos tempos com jaça



Preciosa fé suja em seu miolo







É privilégio estar por um instante



Tão próximo da Realidade



Que nunca apareceu em vazante



Só mar com profundidade







Pra chegar lá, é preciso atitude



De quem sabe que não muito sabe



E se reconhece na sua solitude



Não deixa que bom diálogo acabe







Volto à tona, e já não sei lá voltar



Por mais que saiba dar um mergulho



Mas, se de vez em vez me arriscar



Diminuo cada vez mais meu orgulho

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui