Usina de Letras
Usina de Letras
67 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60362 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3193)

Ensaios - (9714)

Erótico (13520)

Frases (48249)

Humor (19550)

Infantil (4828)

Infanto Juvenil (4178)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139358)

Redação (3118)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
cronicas-->No Tempo da Escola -- 23/06/2002 - 23:40 (Aline Franco Cano) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Quem não se lembra da época de escola, é uma das melhores fases de nossa vida, e quando a estamos vivenciando odiamos, mas depois que passa pensamos como era bom e a gente não sabia.
Nessa época temos vários namorados ao mesmo tempo, amigas com as quais compartilhamos tudo que passamos, a turma é unida e apronta dentro e fora da escola. Colocamos apelidos nos professores que mais odiamos, na minha época tinha a famosa Almóndega, professora de português, que insistia na frase: "Ai pessoal, eu não truxe, esqueci".
A classe toda caía matando e falavam: "Almóndega burra!!! Volta pra escola!!" Era demais, e a infeliz da Almóndega não falava nada, e insistia em erros cabeludos.
Tinha também a professora de sociologia, que mais faltava do que ia, e o dia que ela resolvia aparecer, levava fotos de sua filha que é modelo para gente ficar vendo, e nunca dava aula, uma semana antes da prova dava uma apostila pra gente decorar, e era só. Podem ter certeza que dela a gente gostava.
Nas aulas de educação física era o maior barato, a maioria das meninas não queria fazer aula, então o professor que era muito bacana dizia que a gente era a fila do INPS. No entanto aprendemos a jogar xadrez para dizermos que fazíamos alguma coisa.
Depois tudo termina, cada um segue seu rumo, vai para lugares e faculdades diferentes, e nunca mais vemos essas pessoas, a não ser aquelas que são nossos amigos de verdade, e que nunca nos esquecem, uma vez ou outra aparecem para nos dizer um OI, que nos é muito gratificante.
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui