Usina de Letras
Usina de Letras
72 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60346 )

Cartas ( 21288)

Contos (13386)

Cordel (10358)

Cronicas (22276)

Discursos (3193)

Ensaios - (9712)

Erótico (13520)

Frases (48231)

Humor (19546)

Infantil (4824)

Infanto Juvenil (4173)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139334)

Redação (3115)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5808)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->DESEJO INCONTROLÁVEL -- 16/11/2002 - 16:15 (Alexandre Manhães) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Teu corpo é instrumento para o meu prazer,

Tomo posse dos teus domínios,

Torno-me seu rei.



Faço de ti minha escrava,

Toco tuas carnes com a certeza,

De que são minhas.



Te coloco a minha disposição,

Incito teu desejo a se multiplicar.

Agarro no teu cabelo com força,

E puxo-te de encontro a mim.



Dito o teu ritmo, Controlo-te...

Isto me dá prazer,

E ao te ver,

Tendo prazer com isto,

Entrego-me a arte sutil,

De te fazer mulher,

Durante todo o tempo,

Que o teu corpo pedir e quiser.



Teus gemidos me enlouquecem.

Gosto de ter a tua vontade à vontade.

Insisto em te incendiar por dentro.

Teu rosto te revela.

Vejo teu calor através dele.



És a mulher mais gostosa que existe,

E és minha,

Mulher...



Adoro fazer contigo o que eu quero,

Quero fazer contigo o que adoro fazer,

Contigo...

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui