Usina de Letras
Usina de Letras
76 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60346 )

Cartas ( 21288)

Contos (13386)

Cordel (10358)

Cronicas (22276)

Discursos (3193)

Ensaios - (9712)

Erótico (13520)

Frases (48231)

Humor (19546)

Infantil (4824)

Infanto Juvenil (4173)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139334)

Redação (3115)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5808)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->OLHAR BASTARDO -- 17/11/2002 - 20:54 (Alaor Tristante Júnior) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Os olhares surgem secos e ardentes,

Indisfarçáveis de gozo, cobertos de pó.;

Sinto seu cheiro, seus olhos mordentes,

Mas fico mesmo tão somente tão só!



Penoso dilema que nos faz sentir

Planejar o beijo e segurá-lo camuflado.;

Saber que não podemos nos iludir

Perante o destino de eu ser casado!



Dois medíocres atores em risos de dor,

Sonhando um mundo, morrendo por nada,

Gritando em silêncio, chorando de amor!



Os anos passam e a porta sempre fechada

Perdura indestrutível apesar dos pesares

Entre embora frágeis nossos eternos olhares!



_____________________



Alaor Tristante Júnior

alaorpoeta@ig.com.br
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui