Usina de Letras
Usina de Letras
52 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59573 )

Cartas ( 21248)

Contos (13281)

Cordel (10315)

Crônicas (22226)

Discursos (3166)

Ensaios - (9519)

Erótico (13500)

Frases (47116)

Humor (19397)

Infantil (4586)

Infanto Juvenil (3884)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138630)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2431)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5638)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Infantil-->Volta ao Mundo com Judith (XXXIX) -- 23/04/2020 - 21:21 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Volta ao Mundo com Judith (XXXIX)

Iwo Jima, palco de uma das mais sangrentas e devastadoras batalhas da Guerra do Pacífico, na versão norte-americana da história é aquela ilha da foto emblemática, icônica, da bravura dos soldados americanos celebrizada de Joe Rosenthal, que virou selo, medalha e símbolo...seis soldados, numa pose heróica fincam a bandeira americana no ponto mais alto da ilha recém conquistada, o monte Suribachi...

Mas há um lado japonês da história, expressado na iminência da derrota de uma força invasora cinco vezes maior do que o contigente que defendia Iwo Jima, ou Iô Tô, ilha do Enxofre, para os japoneses.

Eis a carta do comandante das tropas japonesas:

    Uma carta ao Presidente Roosevelt

    O contra-almirante Ichimaru da Marinha Japonesa escreve esta para Roosevelt.

   "... Eu tenho uma palavra a lhe dar com o término desta guerra.

    Estamos há aproximadamente 100 anos desde que o Japão iniciou as relações diplomáticas com outros países do mundo, desde a chegada de Comodoro Perry em Shimoda. [i]

    Durante este período, o Japão enfrentou crises extremas e conflitos indesejáveis como a Primeira Guerra Sino-Japonesa, Guerra Russo-Japonesa, Primeira Guerra Mundial, Incidente da Manchúria, passando pela segunda Guerra Sino-Japonesa, e infelizmente hoje em conflito com seu país.

    Ao julgar o Japão por este lado da moeda, você irá difamar nossa nação como “perigo amarelo”, a nação sedenta por sangue ou talvez um protoplasma da camarilha militar.

    Embora você tenha em mãos apenas o ataque surpresa à Pearl Harbor como propaganda para iniciar esta guerra, eu acredito que você e todos sabem que você nos encurralou, e que o Japão não teve alternativa para se salvar da autodestruição.

    Nós somos governados pela Alteza Imperial sob os ensinamentos do Grande Imperador, criador deste Império: “Yōsei” (Justiça), “Choki” (Sagacidade), “Sekkei” (Benevolência) e “Sanko” (Ordem) – “Hakkō ichiu”. [ii]

    “Os quatro mares do mundo unidos em fraternidade não conhecerão ondas altas, nem ventanias.” [iii] Seu tio Theodore Roosevelt deve saber bem do que se trata.

    Existem japoneses de várias classes e variadas profissões e nós confiamos na doutrina do Imperador. E nós soldados da força de defesa imperial pegaremos em armas e seguiremos a doutrina acima mencionada.

    Embora nós, neste momento, estejamos sofrendo ataques aéreos e bombardeios por sua potência material superior, espiritualmente nós estamos queimando de prazer e desfrutando a paz mental.

    Esta tranquilidade espiritual é a nossa peculiaridade e nós estamos ardendo de entusiasmos para defender nosso Imperador, e isto deve ser difícil para você e Churchill compreender.

    E é com pena desse espírito fraco que escrevo uma ou duas palavras.

    Julgo vocês por seus atos de supremacia branca e especialmente anglo-saxônica em escravizar o povo de cor para monopolizar recursos naturais do mundo.

    E para alcançar este fim, inúmeras jogadas foram feitas para persuadir as raças amarelas para, no final, tirarem toda sua força.

    Agora estão punindo o Japão apenas por libertar outras nações asiáticas dos seus interesses e ambições. E apesar do nosso tratado de aliança, vocês passaram a julgar nossa existência como prejudicial para seu plano, nos difamando de selvagens e que devemos ser exterminados. Isso condiz com os ensinamentos do seu Deus?

    A conclusão da Guerra Pacífico-Asiática provocará o nascimento de uma nova esperança no Leste Asiático e essa virada num futuro próximo resultará na independência dos povos em forma de paz, sem a suas intermináveis intervenções.

    Vocês já são uma nação próspera. Por que podam as nações que estão brotando quando ainda são folhas novas?

    É preciso apenas devolver o que pertence ao Oriente para o Oriente.

    Por que vocês são assim, gananciosos e tacanhos?

    A existência da União do Leste Asiático não é uma ameaça à sua nação, pelo contrário. Será o pilar da paz e felicidade mundial. A paz eterna é o único desejo do nosso Imperador e espero que você tenha generosidade suficiente para compreender.

    Analisando a situação Europeia, não há dúvidas de que a triste luta de raças causadas por desentendimentos mútuos nos fazem sentir na pele a necessidade da paz mundial.

    Por ora, abdico meus julgamentos a respeito do Hitler, mas não posso ignorar o fato de vocês culparem a Alemanha como o pivô da Segunda Guerra Mundial, sendo que excluíram sua chance de restauração – na base da pressão, após sua terrível derrota na Primeira Guerra.

    Não consigo compreender como querem destruir os planos de Hitler, mas ao mesmo tempo se aliando a Stalin.

    A humanidade continuará em guerras e jamais conhecerá a paz enquanto o mais forte tiver poder sobre todos.

    Você deve estar eufórico neste momento vendo que seu plano de dominar todo o mundo está prestes a se realizar. Mas não se esqueça de que seu predecessor Presidente Wilson fracassou em seu momento de auge.

    Esperançosamente, desejo que você não siga essa mesma trilhada.

    Contra-Almirante Ichimaru"


Desembarcamos, ou seguimos viagem?
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 24Exibido 54 vezesFale com o autor