Usina de Letras
Usina de Letras
54 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60367 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3194)

Ensaios - (9716)

Erótico (13520)

Frases (48255)

Humor (19555)

Infantil (4830)

Infanto Juvenil (4180)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139367)

Redação (3119)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->SEM PRESSA -- 14/01/2003 - 18:43 (Alexandre da Silva Galvão) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
SEM PRESSA





Mas que Amor!



Ardor de desejos solitários,

comunhão de solidões e amanhecer...



A dor adormece... amanhece... amanhece... amanhece...

Promessa...



Mas que manhã!

Que tarde promete aos sentidos!

E que noite faz sonhar o afã!



Sonhar... sonhar... sonhar...e buscar...

Sem pressa...











Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui