Usina de Letras
Usina de Letras
73 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59666 )

Cartas ( 21255)

Contos (13325)

Cordel (10320)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9537)

Erótico (13486)

Frases (47215)

Humor (19420)

Infantil (4627)

Infanto Juvenil (3940)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138779)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5659)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->CARTA DO SEM-TERRA AO PRESIDENTE -- 02/06/2001 - 08:48 (Artêmio Capelotto) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Caro Senhor Presidente
As mais cordiais saudações.

Atenda a este pedido
Cheio de boa intenção
Deste humilde matuto
Que um dia saiu da roça
E hoje mora num viaduto
E sonha em plantar mandioca
E quer um pedaço de chão.

Mas que seja aqui por perto
E não nos confins do sertão
Onde não passe o gás
E nem pega televisão, viu?

Não importa que seja um deserto
Desde que seja aqui perto
Pois ninguém tem intenção
De plantar arroz ou feijão, viu?
Mas que seja um terreno plano
Pois nós temos um avião, viu?
E lá não pode faltar
um campo de aviação, viu?

Ah! E quanto a alimentação
Não precisa se preocupar
A gente se vira sozinho
Pois quando a fome apertar
"Nóis mata os boi do vizinho", viu?
Precisamos também dum trator
Pois pretendemos plantar
Uns 50 pés de milho
Pra fazer curau e pamonha.

DESTE QUE SE DIZ SEM-TERRA

PS-não sei não, to desconfiado
Que lhes dão um nome errado
O nome certo e adequado
Não seria sem-vergonha?

Espero urgente resposta
Pois morar no viaduto
Essa vida tá uma bosta
Num tá dando pra agüentar
Se o senhor achar conveniente
Ligue pro meu celular
9777777

assinado

Zé foice, facão, canivete.
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui