Usina de Letras
Usina de Letras
75 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59808 )

Cartas ( 21263)

Contos (13364)

Cordel (10327)

Cronicas (22226)

Discursos (3173)

Ensaios - (9574)

Erótico (13486)

Frases (47466)

Humor (19436)

Infantil (4676)

Infanto Juvenil (4003)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138983)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5702)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->É ASSIM QUE GOSTO DE DIZER -- 23/01/2003 - 15:50 (Alexandre Marcos Seolim Rodrigues) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Vida, amor, pai, mãe, Deus.

Poema, canção, verso, prosa, meus.

Flor, noite, paisagem, fé.

Livre, canto, poesia, não é?



E ando e danço e vejo, céu!

E penso e durmo e sonho, são!

Gosto de viver sonhando,

Gosto de sonhar vivendo

E gosto de te ver sorrindo,

Com os teus olhinhos lendo

O que eu escrevi,

Que não é mais que um simples carinho,

É pura e simplesmente um dengo,

É sol, é lua, é virgem minha.



Depois eu quero mais cantar,

Depois eu quero cantar mais, podendo

Ser príncipe em terra e mar,

Ser teu anjo atento

E assim quero que sejas minha,

Enquanto pudermos trazer

Conforto, calma e alegria

Ao mundo que nos viu nascer,

Tão longe e tão perto,

Um para o outro

E sabemos que é o mais certo,

Mesmo contra o mais douto,

Pois para o amor não há medicina, nem remédio,

Não há sintoma claro, não clínica, nem exame.

Ele escancara um sorriso e desmancha o coração,

Desguarnece o orgulho

E nos tranca, nos asila,

Bem longe da solidão, do desconforto.

O mais perto possível

Do paraíso.
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui