Usina de Letras
Usina de Letras
73 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60362 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3193)

Ensaios - (9714)

Erótico (13520)

Frases (48249)

Humor (19550)

Infantil (4828)

Infanto Juvenil (4178)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139358)

Redação (3118)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Não! -- 22/06/2000 - 13:45 (Arnaldo Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Quando eu era criança ninguém me avisou que ser gente grande fosse tão ruim, é por isso que eu sempre quis ser adulto logo, mas talvez, como todo bom exemplar da raça humana, eu só visse o lado bom da coisa: poder dirigir, ser independente, sair para onde quisesse. Porém hoje estou vendo o outro lado do mundo adulto, da pior maneira possível, que é sendo um.

Parece que todos são egoístas, ninguém é realmente feliz e os sonhos são feitos para serem destruídos. Credo, que realidade chata!
Quer saber?

Eu quero voltar a ser criança, porque naquela época as minhas únicas preocupações eram: televisão, qual seria meu presente de Natal e se tinha sorvete na geladeira, e para resolver todos esses "problemas" era fácil, eu apenas precisava dizer: "- Me dá!".

A pior invenção da humanidade foi a palavra "não", mas acho que pior que ela própria é ter que escutá-la, "enfiar o rabo entre as pernas", e voltar para casa sem o objeto de desejo.
"- Desejo ser criança novamente!"
" - Não é possível, o tempo já passou!"
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui