Usina de Letras
Usina de Letras
14 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62476 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->RENAN CALHEIROS NOVA PRESIDENTE DO SENADO. -- 12/02/2013 - 08:23 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Renan Calheiros foi eleito presidente do Senado, depois da renúncia por corrupção. Muita gente ficou indignada com o fato. Outras começaram a falar mal de políticos e da política, revoltando-se contra o País. Mas, o País não tem culpa, seu povo sim.

Ia fazer um cordel sobre o assunto, mas resolvi me aventurar num artigo, que não é minha seara. Mesmo assim, vou me aventurar.

Nos quatros cantos do País, a indignação é uma só.

Nos bares, nas rodas de amigos, nas escolas, nos locais de trabalho, o comentário é único: isso é um País de merda, onde um sujeito como esse, acusado de corrupção e outras mais falcatruas, elege-se presidente do Senado Federal.

A indignação é procedente!

Procedente?

Como pode ser procedente?

Renan Calheiros foi eleito pelo povo. E esse povo que critica Renan Calheiros é o mesmo que o fez senador da República. Se os votos que teve para se tornar senador foram de cabresto, não importa, pois quem vendeu o voto tem mais discernimento do que quem não vende. Se vende, sabe que está vendendo e quem comprou não merece confiança.

Os políticos não caem do Céu, veem do meio do povo. Do nosso povo. Portanto, é gente como a gente. E sua eleição foi feita por seus pares, todos eles postos lá por nós.

Esses dias li um artigo de um general americano, no qual ele com uma lucidez incrível classificava as pessoas em três grupos. Uns são lobos. Aquelas pessoas que somente pensam e fazem o mal. Exemplos não faltam. Outras são cordeiros. A grande maioria, que vê as coisas, mas quando não são com elas, fazem de conta que não existe a maldade e querem resolver tudo pela demagogia, pela hipocrisia. E finalmente, o terceiro tipo: os pastores. Aquelas que dedicam a vida para defender a sociedade, os pastores, ou melhor, os cães de guarda.

Os cordeiros fazem de conta que o mal não existe. E se existe uma das causas são os pastores que andam armados e provocam reações violentas dos lobos. Se não houvesse os pastores, os lobos não agiriam, pensam. Mas sabem que este raciocínio não é verdadeiro, querem somente se livrar do problema da maneira mais fácil. Se não é comigo, não existe. Este é o pensamento.

Entretanto, quando os lobos agem, e a vítima é você. Você começa a atacar os pastores que não agiram para evitar que ocorresse o ataque dos lobos. Os demais cordeiros que não foram vitimas, naquela oportunidade, ficam quietos, fazendo-se de morto. A partir do momento que eu seja a vítima, também fico indignado. E assim, vai se constituído a sociedade, se o que ocorreu com um cordeiro, acontecer com outro que não se manifestou, o cordeiro atingido começa a protestar contra a sociedade em geral.

Tudo isso é dito para se ter uma ideia do que aconteceu no senado.

Renan Calheiros não foi eleito senador pelo Senado, mas pelo povo. Nenhum senador, deputado, presidente, governador, vereador e prefeito veio do Céu, de onde somente cai água ou pedra de gelo e aqui no Ceará está difícil.

Todos nossos governantes vieram do meio do povo. E nosso povo tem por norma não respeitar as normas, as leis.

Todos nós cometemos pequenos delitos para nos dar bem e ainda compartilhamos com aqueles que burlam a lei.

Não podemos culpar somente o corrupto, mas também os corruptores. Não existiram corruptos, se não existissem corruptores.

Mas os corruptores reúnem-se para se vangloriar de seus feitos, ou seja, de corromperem e marginalizarem os corrompidos, fazendo-se passar por santos.

Na realidade, acho que os corruptores são o cancro, pois sem eles não haveria corrompidos. Esse não seria o caso da pergunta: quem nasceu primeiro o ovo ou a galinha?

Tudo aqui estaria muito claro e bem definido. Somente tem corrupção a partir dos corruptores.

Só existe Renan Calheiros, porque o povo o criou e ele saiu do nosso meio. Do meio da nossa sociedade. Não foi urgido por deus como o escolhido. Não foi eleito pelos anjos, arcanjos e querubins, mas por nós mesmo.

Renan Calheiros não é bandido. É brasileiro. Brasileiro que apoia falcatruas, que colabora com o errado.

Escrevo tudo isso, por pura indignação. Por não estacionar em local proibido, por não avançar sinal, por não cortar pela faixa contínua, por não cortar pela direita, por não estacionar em faixa dupla para deixar filho no colégio, por não comprar cedê pirata. E por achar que todos nossos políticos vem do meio do povo, de um povo que se acha malandro burlando as leis, mas é tão burro, que não sabe que ao cometer qualquer infração está fazendo aquilo contra ele mesmo, pois se eu faço, outro também faz e numa hora ou outra também serei vítima de meus próprios erros.



HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, FEVEREIRO/2013.
Comentarios

edvaldo a alcantara  - 28/07/2013

polícos caixão não tem gavetas ;você rouba más não leva quando morrer,já dizia meu amigo Raul Seixas ouro de tolo .caia na real

edvaldo a alcantara  - 28/07/2013

polícos caixão não tem gavetas ;você rouba más não leva quando morrer,já dizia meu amigo Rau Seixas ouro de tolo .caia na real

O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 858 vezesFale com o autor