Usina de Letras
Usina de Letras
53 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59675 )

Cartas ( 21255)

Contos (13343)

Cordel (10321)

Crônicas (22226)

Discursos (3170)

Ensaios - (9538)

Erótico (13486)

Frases (47226)

Humor (19421)

Infantil (4629)

Infanto Juvenil (3943)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138798)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5663)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Cotidiano -- 28/02/2003 - 00:42 (Amabilli de Assis Garcia) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Não quero ser notícia

Nem de documentário

Ou jornal da cidade

Não quero ser publicada

Ou até mesmo

Colocada nas paredes das ruas

Da ignorante sociedade

Não quero ser falada no jornal

Nem ser exibida na coluna social

Não quero ser vítima do intelectual

Nem do pobre traficante

Se morrer

Quero um velório digno

Não quero ser enterrada em qualquer buraco da periferia

Nasci para viver

Não para morrer na mão de qualquer um

Se foi Deus que me deu a vida

Exijo que seja ele quem a tire de mim

Até os mais velhos são novos demais para morrer

Quero uma vida digna

Poder plantar

E ter tempo para colher

Não quero que a palavra...

OPORTUNIDADE

Seja escondida junto com o tóxico

Ou dentro de uma arma calibre trinta e cinco

Exigem de mim duas opções

Se juntar aos de preto

Ou ir para o mundo dos de branco

Mas o que fazer

Quando nenhuma das opções é a desejada?

Eu acho que viver é uma cilada, ou um jogo.

Não sei

Só sei que como outros cidadãos quero jogar para ganhar

Não quero ser certa em tudo

Mas enquanto uns usam as mãos para tudo

Quero vencer com as palavras

Sei que não quero aparecer

Mas sou obrigada

E farei questão de aparecer

No filme que Deus irá passar para mim no juízo final

Posso ficar como louca, mas posso ir como a justa!

Afinal, meu direito é viver e meu dever é saber viver!



Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui