Usina de Letras
Usina de Letras
58 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60371 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3194)

Ensaios - (9717)

Erótico (13520)

Frases (48260)

Humor (19555)

Infantil (4831)

Infanto Juvenil (4180)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139379)

Redação (3119)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Eterna Insegurança -- 07/03/2003 - 19:27 (Anderson Renato Oliveira) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Ás vezes, a vida é perversa e me impede de ver a luz... não consigo encontrar a saída do túnel escuro e frio.

Tentar acreditar que tudo poderá dar certo um dia,

não é suficiente para fazer com que as tristezas sejam dissipadas, dando lugar às alegrias.

O que quer que a vida imponha a mim, tento superar as infelicidades e desesperos, mas subtamente me vejo derrotado, me vejo de joelhos novamente.



Mas tenho a certeza de que devo persistir.

Tenho a certeza de que devo seguir em frente.

Mesmo ferido, magoado, machucado, devo ser forte,

evitar o desespero e as armadilhas impostas, porque em meu coração triste e solitário,

sinto que muitos sentem o mesmo que eu...



Então...

Devo fechar meus olhos, dançar a música da vida

Fechar os olhos, acreditar na felicidade.;

Acreditar que posso superar obstáculos com o dom do amor.;

Acreditar que posso flutuar, sentir a brisa tocar

minha face e simplesmente voar.

Voar... voar e sentir meu espírito liberto das maldades e desavenças.



Mas ás vezes, evidentemente, a vida é tão injusta

Tantas desgraças surgem para nos perturbar.

Tantas discussões e tanto ódio.

A fúria de pessoas mal intencionadas, infeliz e

consequentemente parece nos destruir.;

Parece destuir nossa alma e frustar nossos sentimentos de felicidade momentânea...



Porque não consigo me sentir feliz e acreditar no

que chamam de felicidade?



Porque não posso viver só e tornar a solidão minha amiga íntima de todas as horas?



Porque já não posso mais me erguer e mesmo que eu estenda a mão, não há ninguém a quem recorrer?



Porque é tão difícil encontrar alguém apto e disponível a ser tão predestinado no amor, a ponto de ferir a si próprio, somente pelo prazer de sentir a tão rara e tão breve felicidade no

coração da pessoa amada?



Porque me deixaste?



Porque me deixaste, Amor, quando mais necessitei de tua compreensão e de tuas mãos abençoadas sobre a pobre alma deste ser que vos idolatra e deseja, ardentemente, ser eternamente abduzido aos Céus pela áurea energia que emana de sua essência ofuscante?



O que fiz para merecer tamanha agonia em minha vida?



Deus... porque esqueceste de mim?



Talvez eu seja uma pessoa que não mereça atenção, ou talvez eu esteja me escondendo nas sombras da

insegurança e do medo, me escondendo de mim mesmo.

Sei que sou apenas um ponto insignificante nesse mundo e necessito eternamente de suas respostas.

Chame meu nome e me livre da escuridão...

Me salve do nada que me tornei.

Devo amenizar... esquecer as dores e as tristezas

Devo agir humildemente buscando a fé e a auto confiança...



Sei que devo prosseguir...

Sei que devo caminhar em direção as dificuldades.;

Mesmo não cicatrizado, devo superar a ira da injustiça e agir com confiança.

Em meu coração, sinto a infelicidade dominar

vidas inseguras.;

Sei que muitos acumulam tristeza e raiva.;

Sei também que muitos se sentem desprezados, ignorados e tão frágeis quanto a quase extinta

energia vital que alimenta sua confiança e sua fé.

E sei que não devo mais me esconder nas sombras.;

Não mais iremos nos esconder nas sombras...

Devemos buscar a luz do amor que leva fé aos corações desanimados...

Fé... é o que devemos ter.;

É o início da vida.;

Início de tudo!
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui