Usina de Letras
Usina de Letras
42 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62422 )

Cartas ( 21335)

Contos (13272)

Cordel (10452)

Cronicas (22546)

Discursos (3240)

Ensaios - (10459)

Erótico (13578)

Frases (50817)

Humor (20078)

Infantil (5492)

Infanto Juvenil (4817)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1377)

Poesias (140875)

Redação (3322)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1962)

Textos Religiosos/Sermões (6240)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Textos_Religiosos-->Santidade: assunto sér(g)io...! -- 13/01/2023 - 05:11 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

 

 

 

SANTO TOMÁS OU SÃO TOMÁS

 

______________________________________

 

Descomplicando a Língua

 

 

 

Um amigo mandou-me e-mail dizendo que estranhava a grafia usada, num artigo de revista, para "Santo Tomás de Aquino". Explicava que aprendeu a usar "Santo" para os nomes de santos que começam por vogal e "São" para os que se iniciam com consoante.

Realmente, essa é a regra. Usa-se "Santo" quando o nome começa por vogal ou [h]; no caso do [h], porque se trata de uma consoante não pronunciada (morta), como em Santo Henrique. Mas, Santo Tomás, assim como, Santo Jeremias e Santo Tirso, são exceções que se firmaram do uso popular — que também pode virar regra gramatical. Porém, se você quiser usar São Tomás, não haverá nada de errado com essa forma, afinal [são] é apenas uma forma abreviada, por cortes de fonemas e letras, de [santo].

São Borja, também possui as duas formas, embora a cidade gaúcha seja chamada de São Borja.

São vale para todos os nomes iniciados por consoantes: São Bento, São Carlos, São José, etc.

O Papa também é "Santo Padre", porém os manuais de redação não recomendam o uso dessa forma.

Para o feminino, só há uma forma, "Santa": Santa Inês, Santa Helena, etc.

A abreviatura oficial tanto para São, como para Santo, Santa, é [S.], não use, portanto, Sto. e Sta.

Escreva sempre, são-paulino, e não "sampaulino", nem "são-paulino". O plural é são-paulinos.

São Vicente de Paulo e não de Paula. Não confundir com São Francisco, este sim "de Paula". ®Sérgio.

____________________

 

Para maiores informações sobre o assunto ver: Eduardo Martins, Manual de Redação e Estilo.

 

Se você encontrar erros (inclusive de português), relate- me.

 

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte Sempre!

 

Ricardo Sérgio
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 9Exibido 60 vezesFale com o autor