Usina de Letras
Usina de Letras
90 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59659 )

Cartas ( 21254)

Contos (13324)

Cordel (10319)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9535)

Erótico (13486)

Frases (47208)

Humor (19419)

Infantil (4619)

Infanto Juvenil (3936)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138766)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5656)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->VAGAROSO -- 12/03/2003 - 01:00 (Alexandre Marcos Seolim Rodrigues) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
É assim que quero que me espreites,

Lânguida e voraz ao mesmo tempo,

Tremendo desejos sob os cílios,

Gritando amores num simples sorrir.



Deixa a chuva lacrimal molhar meu peito,

Nesse abraço terno que só diz amor.

Passeia os dedos pelo oceano capilar

Da minha cabeça que só quer querer-te.



Depois, quando deitares,

Antes que o sonho venha,

Lembra que minhas mãos são quentes

E choram acariciar-te.



Vem assim, devagarzinho,

Bem lenta traz teus lábios a mim.

Beija, beija, uma hora inteira,

Esse beijo vagaroso, a cheirar jardim.

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui